NOTA: Qualquer pessoa que se sinta ofendida pelos conteudos /opiniões aqui expostos deve demonstrá-lo para o email abaixo indicado. Os comentários estão abertos com a devida moderação e os artigos a publicar neste BLOG devem ser enviados para o email:
vozeslivresmacao@sapo.pt
Visitantes Online
Quinta-feira, 13 de Julho de 2006

ACONTECEU EM CARDIGOS

Passado que está quase 1 ano, após o acto eleitoral/autárquico que se realizou a nível nacional e, como é óbvio, também no Concelho de Mação, dia 09/10/2005, não poderia deixar de fazer alguns comentários, nomeadamente, ao que se passou em Cardigos. Todos sabemos, (ou quase todos), que nesta freguesia é quase tudo laranja, o que respeito, (pois eu também já fui), embora hoje me sinta orgulhoso de ter mudado a tempo, reconhecendo que a minha verdadeira ideologia política, não tinha nada a ver com o PSD. Mas há coisas que aprendemos e seguimos desde crianças, depois só o tempo, a verdade e realidade, nos compete a nós mudar.


A nossa lista em Cardigos, apresentou-se às autárquicas, encabeçada por Ivo de Jesus Dias, um homem simples, honesto, lutador e com um carinho especial pelos Cardiguenses. Foi uma campanha com altos e baixos. A maior parte de nós, sabe que o PS/Mação, vivia na altura momentos difíceis, guerras internas, conflitos, etc., o que também se reflectiu em Cardigos. Isto já é passado, esperamos agora por melhores dias e que tudo volte ao normal, para que em 2009 possamos ser alternativa a quem nos (des)governa há muito, muito tempo!.


A Carta que abaixo publico, foi escrita, (ou pelo menos assinada), pelo actual Presidente da Junta de Freguesia de Cardigos – Sr. Zeferino Sobreira. A mesma foi distribuída pela freguesia, pelo seu STAF, na tarde de 7 de Outubro/2005. Embora não mencionando nomes, os ataques nela descritos, ataques mentirosos e caluniosos, são de certa forma graves. Eu Sabia, tinha a certeza, que não iríamos ganhar Cardigos, contudo, parece que ainda assustámos o PSD, na pessoa do seu presidente de Junta, que jogou a última cartada final, dizendo mentiras, atrás de mentiras, só que sem ter a coragem de dizer quem são essas pessoas, que ameaçaram destruir o PSD/Mação. Quem são esses que querem usar a força do poder. Quem disse afinal, querer vir para Cardigos, destruir Instituições e ocupar o seu lugar?


Senhor Presidente, faço-lhe um desafio, que tenha a coragem de dizer quem são as pessoas, para que tudo fique bem mais claro, passo a publicar a carta.


 


Vitor Silva


 


Carta aberta aos Cardiguenses


 


Por vontade expressa pela maioria dos Cardiguenses e a convite da comissão política do P.S.D. Mação, eu, Zeferino da Silva Sobreira, decidi candidatar-me a número um da Lista do referido partido para a Junta de Freguesia de Cardigos, nas eleições de 9 de Outubro de 2005, com a real convicção do passado, do presente e do futuro.


Caros Cardiguenses:


Iniciei a minha participação nas tarefas de governação desta Autarquia já lá vão 14 anos e meio, então como secretário. Com a equipa de então, assumimos a reconstrução da antiga igreja “tarefa nada fácil”. Na verdade, a obra consumou-se e nela se instalaram os seguintes serviços:


·         - Santa Casa da Misericórdia de Cardigos,


·         - Junta de Freguesia;


·         - Segurança Social; e,


·         - Serviços médicos.


Aqui se começou a construir um património, à data quase inexistente.


Concluiu-se a Barragem do Vergancinho, na qual participámos. Construímos edifício de rés-do-chão e 1° andar, onde instalámos outros serviços da Junta: Posto dos Correios, etc.


Reconstruímos a Fonte Romana do Chão de Pião e electrificámos o respectivo acesso; melhorámos a Fonte da Picota, no mesmo local; comprámos terreno e construímos o dique de Arganil; comprámos e escriturámos nove propriedades rústicas para construção da Praia Fluvial do Vergancinho e as propriedades não utilizadas na Praia Fluvial foram trabalhadas e repovoadas com pinheiros; construímos o Parque de Merendas, próximo da Chaveira, servido com água da nascente do Ribeiro do Pereiro; construímos Jardim de Santo António, Fonte Nova e temos em construção duas faixas de lazer em calçada à Portuguesa, ao cimo da rua das Vinhas, a fim de as arborizar e de nelas instalar bancos. Construímos diversos caminhos e reparámos outros; projectámos o novo Centro de Saúde, a Extensão dos Bombeiros, a Variante Norte e a Zona Industrial. Fornecemos e instalamos — a quem o solicitou — bancos de lazer em toda a freguesia. Construímos pavilhão para armazém e garagem. Comprámos equipamentos tais como: tractor com reboque, uma alfaia, pulverizador, carrinha de caixa aberta 4x4 para transporte de pessoal. Adquirimos kit para primeiras intervenções nos fogos; uma moto serra; quatro motores roça-mato; motor equipado com pente para regularizar ou cortar sebes. Mobilámos três salas com mesas, secretária, cadeiras, estantes, dois computadores, duas fotocopiadoras, um telemóvel, dois telefones fixos, um fax e promovemos a divulgação da freguesia através de C.D. editado pela empresa “O Nosso País” e subordinado ao programa ‘Portugal Século XXI. Presentemente, negociámos com a referida empresa a actualização, em novos moldes, do C.D. de divulgação da Freguesia.


Adquirimos a Bandeira da Freguesia, a Bandeira de Portugal e a Bandeira da Comunidade Europeia.


Comprámos Brasões, Guiões, Bonés, Camisolas, Livros para as Escolas, lembranças para as crianças, promovemos excursões de carácter lúdico/formativo e outros.


Colaborámos e pressionámos decididamente a Câmara Municipal de Mação na ampliação das redes de abastecimento de águas ao domicílio: em Cardigos; Vales; Chaveira; Chaveirinha, Azinhal; Azinhalete; Vinha Velha; Pracana da Ribeira; Freixoeiro; Freixoeirinho; Sarnadas; Mesão Frio, Moita Ricome; Praia Fluvial e Ribeira da Isna. Fizemos reparações de idênticas condutas em todas as outras aldeias da Freguesia.


No meio ambiente fizemos abertura de estradões em toda a zona verde e colocámos manilhas em passagens de água. Fizemos estradões circulares nas povoações de Mesão Frio; Moita Ricome; Roda, Casalinho; Vales e Carrascal. Até ao fim deste mandato tencionamos a cobertura destes estradões ao resto da freguesia.


Fizemos projectos de limpeza na área ardida em 1991 na Pracana da Ribeira, substituído pelo de repovoamento após o incêndio de 2003, no qual já foram plantadas 100.000 árvores:


pinheiros e cerejeiras. Actualmente encontram-se em preparação os terrenos do Projecto Casal do Neto para posterior plantação de outras tantas árvores. Está em via de aprovação o projecto do Maxial para o mesmo efeito. Tudo isto na zona da Pracana da Ribeira.


Limpeza de mata: Temos projecto aprovado para a zona de Vergancinho, cerca de 80 hectares


Rectificação de traçado e pavimentação na estrada 244/1 do limite da freguesia de Amêndoa até ao limite do concelho de Proença-a-Nova, pavimentação na mesma estrada de Cardigos ao limite do concelho de Vila de Rei “Várzeas” assim como a estrada intermunicipal de Colos à Ribeira da Isna.


Povoações e locais em que não existiam pavimentos: Pracana da Ribeira, Outeiro da Pracana, as duas ligações da 244/1 à Pracana da Ribeira; Freixoeirinho; Moita Ricome, Mesão Frio; Roda: estrada de acesso ao depósito das águas, do recinto das festas ao Lar “Abrigo do Pinhal” e outros.


Zonas de Indústrias — Cardigos: Américo Silva, Tio Zé da Beira, Ramiro Tavares Sousa, António Dias, Rua do Quintal da Estrada à indústria do R. Nunes e Silva, Rua das Vinhas, Rua da Laurinda, o início da Variante Norte, Rua do Cemitério à mesma Variante, Travessa de S. Bernardo, Largo da Escola e Rua da Atafona. Lameirancha: para a casa de Ramiro António e para a casa de Maria Adelina. Carvalhal: à casa de João Delgado e também à casa de Luis Dias. Azinhal: Indústria de Leonel Silva e Largo da Capela. S. Bento: Rua do Centro Cultural e logradouro do Lagar. Chaveira: Largo do Polidesportivo, continuação da Rua da Padaria, acesso ao armazém de materiais de construção (antiga serração do Sr. João Luís) e parque do Lagar. Carrascal: Rua das Azinheiras. Vales: Rua de acesso ao Sr. João. Colos: pavimentação dos arruamentos.


Pavimentação em pavimentos no estado de degradação: todos os arruamentos em Vales, estrada de Chaveira a Colos, estrada de Colos a Cardigos, estrada de Cardigos Lameirancha, arruamentos de Freixoeiro, Freixoeirinho, Praça de Cardigos; Rua Pedro Enes; Rua Mons. Gregório Tavares; Largo da Misericórdia. Em execução ruas de Moita Ricome, entregue ao empreiteiro para execução imediata em Casais de S. Bento.


Saneamento básico: concluímos Vales e Cardigos. Construímos totalmente Chaveira e Chaveirinha, temos projectos para execução de Roda e Azinhal.


Reconstruímos totalmente iluminação pública em Cardigos, ampliámos em Roda e Mesão Frio no Largo da Fonte, Carrascal em habitação e na Rua das Azinheiras, em Cardigos na Rua da Laurinda e outras.


Apoiámos a juventude escolar com livros, passeios de estudo e ocupação de tempos livres (A. T .L.).


Reconstruímos e reparámos instalações escolares, apoiámos nas festas de Natal, nos convívios, em magustos. Fornecemos lenhas para aquecimento nas escolas. Apoiámos financeiramente as iniciativas que nos foram apresentadas por Jovens e Adolescentes. Proporcionámos passeios para adultos. Ajudámos com outros meios as carências mais prementes Apoiámos as Instituições de carácter social, cultural, desportivo e recreativo ajudando-as a levar por diante os seus projectos de progresso para o futuro.


Nós perguntamos:


 O que é que vai mudar?


Para quê?


 Para onde?


Sabemos perfeitamente que querem o poder à força e para quê?


Para usarem a força do poder!


Pretensão já demonstrada por quem escreveu no Jornal dizendo que há 30 anos Cardigos está parado. Do que atrás descrevi, e que mais poderia ainda ter dito, daquilo que foi feito em catorze anos e meio, deixa antever ser pura mentira cometida por distracção ou por desconhecimento da sua própria terra, onde tanta coisa se modificou e melhorou! Já esqueceram as ruas de mato, as fontes no poço ou no charco, o transporte das batatas às costas por falta de acesso às casa, etc.?


-Outros, dizem tencionar destruir o P.S.D. Mação e ainda há quem tenha dito vir para Cardigos tentar destruir Instituições da nossa terra e ocupar o seu lugar;


-outros, só há pouco mais de uni mês são eleitores em Cardigos: porquê, só agora? O motivo é simples: usar a força do poder para vingar intrigas e conflitos pessoais. Afinal, é esta a mudança que nos propõem!


Estou convicto de que os Cardiguenses são um povo ordeiro e que sabe o que quer e para onde vai, por isso, não permitirá que tal desaire aconteça.


Todos quantos governámos este período com o apoio dos vossos votos, fizemo-lo o melhor possível, na continuidade e projecção do já feito anteriormente, sempre atentos ao passado, ao presente e ao futuro, no sentido do progresso.


Projectámos, construímos, preservámos, adquirimos, limpámos e prestámos serviço burocrático digno dos Cardiguenses, atempada e eficazmente.


Dentro do que projectámos vemos concluído o Quartel dos Bombeiros e as novas instalações da Extensão do Centro de Saúde de Cardigos, o Parque de Merendas do Pereiro, reforço do abastecimento de água a Moita Ricome, Chaveira e Chavezinha. Em fase de acabamento, as novas instalações da Santa Casa da Misericórdia de Cardigos, a Variante Norte, o Campo de Tiro, a Praia Fluvial. Recentemente vemos aprovada pelo Ministério do Ambiente e publicado em Diário da República, a Zona Industrial de Cardigos.


A equipa que vos apresento é dotada deste mesmo espírito empreendedor e trabalhador a fim de continuar o progresso e se possível, fazer mais e melhor. Conhecimento, saber e experiência é meio caminho andado nesta caminhada que nos propomos. Acreditamos: Vamos Vencer!



zefe.gif


Publicado por vozeslivresmacao às 11:49
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Contacto:

Vozes Livres Mação

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blog

 

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

Cá se fazem, Cá se pagam!...

a boy for all seasons

Pedro Passos Coelho "o fa...

Banalidades do Correio da...

Vater Marques na Rede Nac...

Judiciária investiga uso ...

Posto de Vigia 74 - Outub...

Posto de Vigia de Setembr...

João Pereira reclama vari...

Ponto de Vigia - Julho/20...

EDP CONTINUA A MANTER NA ...

EIS O QUE ESTE NOVO PSD N...

PONTO DE VIGIA - JUNHO

MAÇÃO . VACARIA VIRA GALE...

CARDIGOS.JUNHO DE 1966 . ...

POSTO DE VIGIA

CONVÍVIOS COM VIDA DENTRO...

MAÇÃO E O BREJO QUE NÃO V...

OBRIGADO,ÉVORA ! SEM PALA...

AS VOLTAS DE UMA RENUNCIA...

QUEM QUER VIR A ÉVORA DE ...

ÁGUA POR FAVOR

"JAZ MORTO, E APODRECE"

SALDANHA ROCHA E CAMÂRA M...

Ponto de vigia Abril 2...

EURICO BRITO LOPES

DE ENCERRAMENTO EM ENCERR...

MAÇÃO - VALENÇA DO MINHO

UMA DAS CONDIÇÕES PARA QU...

Posto de Vigia

Arquivos

Abril 2013

Dezembro 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

tags

todas as tags

Links

Participar

Participe neste blog

subscrever feeds

blogs SAPO