NOTA: Qualquer pessoa que se sinta ofendida pelos conteudos /opiniões aqui expostos deve demonstrá-lo para o email abaixo indicado. Os comentários estão abertos com a devida moderação e os artigos a publicar neste BLOG devem ser enviados para o email:
vozeslivresmacao@sapo.pt
Visitantes Online
Quarta-feira, 29 de Março de 2006

PERDOAI-LHES SENHOR, POIS EU JÁ OS PERDOEI


Há relativamente pouco tempo, inscrevi-me como irmão da Santa Casa da Misericórdia de Cardigos. Ao preencher o impresso, ou seja, a ficha de adesão, tinha que ter 2 irmãos proponentes, que foram: o Senhor Augusto Mateus e Maria do Rosário Cavalheiro Tavares, ambos da Pracana e pessoas honestas e com alguma estima lá no sítio.


Como prevê os estatutos da Misericórdia, a proposta teria que ir a votação, nomeadamente, numa das reuniões da Mesa Administrativa da SCMC, o que aconteceu no passado dia 10/03/2006. Como reunia os requisitos necessários e previstos nos estatutos desta Instituição, lá foi a proposta votada.


A votação por escrutínio secreto, com 7 votantes deu o seguinte resultado: 1 voto a favor, 5 contra e 1 em branco. Não tenho nada contra a opinião das pessoas e respeito a mesma, contudo, é minha opinião, que quando se vota contra deveria ser explicado o/ou motivo/s de tal decisão.


A mesa Administrativa da SCMC, é constituída, quase na sua maioria, por elementos do PSD, sendo que a Digníssima Provedora é a Secretária da Junta de Freguesia de Cardigos, o Senhor Carlos Leitão é o Tesoureiro e o Senhor Vitor Fernandes, Deputado na Assembleia de Freguesia. Reconheço, que não seria muito aliciante, admitirem como Irmão um elemento que andou pelo PSD, sendo até, Presidente da Assembleia de Freguesia de Cardigos, durante 3 anos. Não perdoaram a minha mudança para o PS, (é esta a minha opinião).  Também sabem, que não iria ser um elemento/irmão, muito fácil de digerir, pois luto e sempre lutarei, pela justiça, lealdade, dignidade, verdade e pelo bem estar das pessoas nesta sociedade em que vivemos, nomeadamente, neste caso, os Cardiguenses.


Dos 5 elementos que votaram contra a minha admissão, possivelmente, 3, não me conhecem, não têm nada contra mim, são apenas influenciáveis ou deixam-se manipular por pessoas, que no seu interior paira o ódio, a vingança e a guerra, (é pelo menos esta a minha opinião), embora não me compete a mim nem tenho capacidades para conhecer o interior das pessoas. O mundo está hoje, gravemente doente e, a meta para a PAZ e CONCÓRDIA, é cada vez mais difícil de atingir.


Não sou assassino, criminoso, vigarista ou corrupto, sou um ser humano normal, com defeitos e virtudes, (como muitos de nós), acredito na verdade e sei que um dia me darão razão! DEUS, fará sempre justiça, porque só Ele é Justo, Puro e Leal. Para que possam reflectir, termino com um recado: estou disposto a levar este assunto às mais altas instâncias, nomeadamente, União das Misericórdias Portuguesas e Centro Regional de Segurança Social de Santarém, quero apenas que me expliquem o motivo de tal exclusão.


 


Em 27/03/2005, envio uma carta à Santa Casa da Misericórdia de Cardigos, a qual passo a transcrever:


Exma. Senhora


Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Cardigos


Catarina de Fátima da Silva Louro Pequito


C/C a todos os elementos da (Direcção), Exmos. Senhores David Dias, Vítor Fernandes, Francisco José, Luís Lopes, Carlos Leitão e Isidro


 


Em resposta ao Ofício nº 37/06, datado de 14 de Março de 2006, sobre a proposta de admissão a Irmão da Santa Casa da Misericórdia de Cardigos, o signatário proponente requer seja marcada uma reunião com todos os sete elementos da Direcção (Mesa Administrativa) e os outros dois proponentes, Exmos Senhores Augusto Mateus e Maria do Rosário Cavalheiro Tavares, com o seguinte fundamento:


Em 10 de Março de 2006, de acordo com o teor do ofício supra mencionado a Mesa Administrativa, em reunião ordinária, votou a proposta de admissão a Irmão da Santa Casa da Misericórdia de Cardigos, indeferindo-a com um voto a favor da admissão, cinco votos contra e um voto em branco.


Esta deliberação foi notificada ao ora signatário sem que tenha vindo devidamente fundamentada.


De facto, parece ao signatário que, elaborada a declaração de compromisso pelo proponente e estando preenchidos todos os requisitos enunciados nas alíneas a) a e) do disposto no artº 7º do Compromisso da Irmandade da Misericórdia, apenas fundamentadamente poderia a Mesa Administrativa apreciar negativamente a proposta apresentada, fundamentação esta que não foi feita nem sequer notificada.


Pelo exposto, reitera-se o pedido de marcação, com a maior brevidade possível, de uma reunião com todos os elementos da Mesa Administrativa.


Apresento os meus melhores cumprimentos, na certeza que este pedido terá de Vª. Exa a maior atenção.


 


Pede deferimento


Nota: Na presente data foi enviada cópia da mesma aos dois irmãos proponentes.


Vítor Tavares Silva

Publicado por vozeslivresmacao às 13:45
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Contacto:

Vozes Livres Mação

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blog

 

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

Cá se fazem, Cá se pagam!...

a boy for all seasons

Pedro Passos Coelho "o fa...

Banalidades do Correio da...

Vater Marques na Rede Nac...

Judiciária investiga uso ...

Posto de Vigia 74 - Outub...

Posto de Vigia de Setembr...

João Pereira reclama vari...

Ponto de Vigia - Julho/20...

EDP CONTINUA A MANTER NA ...

EIS O QUE ESTE NOVO PSD N...

PONTO DE VIGIA - JUNHO

MAÇÃO . VACARIA VIRA GALE...

CARDIGOS.JUNHO DE 1966 . ...

POSTO DE VIGIA

CONVÍVIOS COM VIDA DENTRO...

MAÇÃO E O BREJO QUE NÃO V...

OBRIGADO,ÉVORA ! SEM PALA...

AS VOLTAS DE UMA RENUNCIA...

QUEM QUER VIR A ÉVORA DE ...

ÁGUA POR FAVOR

"JAZ MORTO, E APODRECE"

SALDANHA ROCHA E CAMÂRA M...

Ponto de vigia Abril 2...

EURICO BRITO LOPES

DE ENCERRAMENTO EM ENCERR...

MAÇÃO - VALENÇA DO MINHO

UMA DAS CONDIÇÕES PARA QU...

Posto de Vigia

Arquivos

Abril 2013

Dezembro 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

tags

todas as tags

Links

Participar

Participe neste blog

subscrever feeds

blogs SAPO