NOTA: Qualquer pessoa que se sinta ofendida pelos conteudos /opiniões aqui expostos deve demonstrá-lo para o email abaixo indicado. Os comentários estão abertos com a devida moderação e os artigos a publicar neste BLOG devem ser enviados para o email:
vozeslivresmacao@sapo.pt
Visitantes Online
Terça-feira, 31 de Julho de 2007

Corrupção na CM Mação, Olé!!! Salta Mané, Olé!!!

Depois de uma viagem a França.

 

No dia 30 de Julho de 2007, realizou-se em Mação uma Reunião de Câmara aberta ao público.
Nesta reunião previa-se que assuntos bastante incómodos viessem a ser discutidos, ou, pelo menos que se dessem explicações sobre os mesmos.
Chegou o momento de dar explicações sobre a Maravilha I?
O Vereador António Louro começa por realçar que é inaceitável que um Vereador escreva um artigo de opinião no VMT pondo em causa a honorabilidade do executivo, dos funcionários e da própria empresa JJR, sem antes vir apresentar o assunto numa Reunião de Câmara.
O Vereador José Fernando explica-se, dizendo que o Vereador António Louro deve andar distraído ou então não lê as actas das reuniões, indicando-lhe a acta da reunião onde o assunto tinha sido abordado.
Note-se que o Vereador António Louro não tinha estado nessa reunião, no entanto, não deixa de ser estranho o silêncio do Presidente Saldanha Rocha em toda esta discussão.
O Vereador José Fernando continua a sua explicação, mostrando documentos e mais documentos, até que o Vereador António Louro acaba por reconhecer a existência do problema, sem deixar de referir também que ninguém roubou nada, nem ninguém foi favorecido monetariamente!?.
Aqui tenho algumas dúvidas, e a única forma de verificar isto, é tentar perceber quem assinou os autos de medição, e verificar se algumas destas pessoas foram ou não brindados com um concurso interno ou algumas horas extraordinárias, tentando deste modo descortinar aqui alguma situação de causa - efeito.
Isto porque qualquer funcionário incorruptível não se deixa envolver numa situação destas, aliás, tem o dever funcional de zelar pela legalidade da coisa pública, e se não o fez, foi porque algo falou mais alto.
Todos sabemos como isto funciona, quem se deixa envolver uma vez, fica para sempre preso a essa situação, e torna-se numa presa fácil para iguais actos no futuro.
Afinal, o que se passou foi que o alcatrão dos estaleiros da Câmara foi financiado ao abrigo de um projecto, onde a Câmara precisou de ter uma factura de alcatrão e dos respectivos autos de medição, sem que os trabalhos tivessem sido realizados, obtendo assim o financiamento do projecto, sem o mesmo estar realizado.
O Vereador José Fernando, solicitou que fosse aberto um inquérito para que sejam apuradas as responsabilidades.
Assim, desta forma foi possível espalhar alcatrão noutras localidades sem o pagar nesse momento, sendo um encargo a assumir até 2008.
O que se passou na realidade é que a Câmara não tinha dinheiro para por alcatrão em 2005, logo socorreu-se de alguns subterfúgios de forma a financiar-se e a colocar alcatrão onde podia dar votos ao PSD.
Bom, isto no mínimo é concorrência desleal para com os outros partidos que se apresentaram às eleições.
Agora meus senhores,
  • Assinar autos de medição sem os trabalhos terem sido sequer iniciados, para mim, isso é CORRUPÇÃO;
  • Contratar trabalhos a mais, sem os iniciais estarem realizados, para mim, isso é CORRUPÇÃO;
  • Assinar autos de medição sem os trabalhos normais e os trabalhos a mais estarem realizados, para mim, isso é CORRUPÇÃO;
  • Receber facturas e efectuar o presumível pagamento dos trabalhos enunciados anteriormente sem que estes estejam realizados, para mim, isso é CORRUPÇÃO.
 
Nota: Alterar documentos à posteriori é crime de falsificação.
 
É esta a razão porque o Presidente Saldanha Rocha não quer dar mais informação à oposição, porque entende que a oposição não está a fiscalizar, mas sim a inspeccionar.
Fica então aqui o significado da palavra fiscalizar para que não existam dúvidas:
v. tr.,
velar por;
examinar;
vigiar;
inspeccionar;
sindicar;
censurar;
 
v. int.,
exercer o ofício de fiscal.
Perante tais factos, a oposição não vai deixar de agir em conformidade com a Lei.
Quem será o primeiro a subir?

 
Um Abraço,
Luís Sérgio Silva
:
tags:
Publicado por vozeslivresmacao às 12:25
| Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

Saldanha Rocha tem medo de quê?

Esta resposta de Saldanha Rocha, é uma autêntica tontaria.
A única explicação que se encontra é esta, Saldanha Rocha perdeu a cabeça e, Elvino Pereira pelos vistos, nada tem a dizer, cala e consente.
Isto faz lembrar o estrebuchar de um morto, sabemos que o único objectivo desta resposta é ganhar tempo, mas enganaram-se e, foi pior a emenda que o soneto.
Alguns dos requerimentos apresentados têm um elevado grau de dificuldade em ser respondidos, por razões muito óbvias para a oposição, logo, nunca podiam deixar de ser feitos.
Antes de mais, todos os requerimentos foram feitos ao abrigo da Lei.
Se Saldanha Rocha não quer responder à oposição, então vai ter de responder ao IGAT ou ao Ministério Público, e aí, não vai poder dizer o mesmo e, se o fizer, a pena é a perda de mandato de acordo com o que a Lei estipula nestes casos.
Hoje, a oposição em Mação, sabe muito bem onde está a mexer, quais as implicações que têm para este executivo e a interligação com outros casos fora do âmbito da autarquia.
Podemos estar perante o rebentar de vários escândalos ao mesmo tempo que muitos ainda teimam em abafar das mais variadas formas.
Mais do que nunca, neste momento, é imprescindível ter um PS/Mação com uma liderança forte para enfrentar os lobies instalados e que evite a todo o custo interferências externas ao trabalho da oposição.
 
Esta oposição, na competência de fiscalizar o executivo que lhe é conferida por Lei, não vai abdicar em momento algum de valores como a Transparência, Rigor e Verdade.
 
Mação está a mudar, Mação vai continuar a mudar.
 
Nota: Comparem esta resposta ,com o  Editorial de Saldanha Rocha no site da CM Mação.

"Aos membros da Assembleia Municipal os votos de um excelente trabalho, para um órgão que se quer interventivo, colaborante e naturalmente fiscalizador da actuação da Câmara, para o qual não deixaremos de estar disponíveis para que possam desempenhar cabalmente as funções que legalmente lhes compete. "

Um Abraço,
Luís Sérgio Silva
:
tags:
Publicado por vozeslivresmacao às 12:01
| Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

Amianto em Mação!?

Na AM de Dezembro de 2006, tive o cuidado de alertar o Executivo Municipal para a problemática do amianto existente nestas instalações escolares, em concreto nos telhados.

As probabilidades de alguém contrair um cancro nos pulmões são muito reduzidas, é um facto. Só não quero é ficar à espera que tal aconteça, para depois vir a correr solucionar o problema.
Foi com grande satisfação que constatei na Carta Educativa, apresentada em Fevereiro/2007, a preocupação de renovar os telhados da escola, mas só quando existir disponibilidade financeira.
Estou preocupado com a disponibilidade financeira do Municipio, porque a mesma pode nunca vir a existir, mas também não posso deixar de questionar um Executivo que gasta cerca de 100 000€ num Mação Total e Feira Mostra, com os resultados que se conhecem.
Mas o mesmo já não dispõe de 100 000€ para remodelar os telhados da escola.
 
É assim a vida, é tudo uma questão de prioridades, também é certo que nem todos as sabem gerir.
 
Um Abraço,
Luís Sérgio Silva
 
Ficam aqui uns links para quem quiser perceber um bocadinho melhor esta questão.
 
http://www.ff.up.pt/toxicologia/monografias/ano0304/Amianto/index.htm
- Terca-feira, 24 Julho 2007 - 00:09
Torres Vedras: Amianto preocupa escola
A Escola Secundária Henriques Nogueira, em Torres Vedras, pediu uma vistoria à Direcção Regional de Educação de Lisboa para “rever o estado de conservação” do amianto do telhado e as “implicações” para a saúde pública.
- Quinta-feira, 19 Julho 2007 - 00:00
Escola nega que amianto esteja a provocar cancro
A presidente do conselho directivo da Escola Secundária do Cartaxo, Hélia Monteiro, disse ontem ao CM que a cobertura em amianto não está relacionada com os casos de doenças do foro oncológico detectadas em várias funcionárias.
- Sexta-feira, 27 Abril 2007 - 15:59
Trabalho provoca 200 mil mortes por cancro
A Organização Mundial de Saúde (OMS) revelou que mais de 200 mil pessoas morrem por ano em todo o mundo devido a cancros contraídos no local de trabalho por inalação de fibras de amianto.
- Quarta-feira, 15 Novembro 2006 - 00:00
Amianto dá queixa
Preocupado com a saúde do filho, António Sobral recolheu um pedaço de telhado da Escola EB 2/3 de Monchique, por suspeitar que a cobertura era composta por amianto, uma substância altamente cancerígena, quando inalada.
- Domingo, 1 Outubro 2006 - 00:00
Amianto assusta pais
Na Escola EB 2,3 de Monchique, Algarve, salta à vista os vários buracos e falhas nos telhados e telheiros exteriores. Até aqui nada de surpreendente, se as referidas coberturas não fossem construídas à base de fibrocimento, material composto por amianto, uma substância altamente cancerígena quando inalada.
- Domingo, 17 Setembro 2006 - 00:00
Juízes temem pela saúde
No ano em que as férias judiciais diminuíram, as temperaturas aumentaram. E no Palácio da Justiça, em Lisboa, onde não há ar condicionado, os juízes foram recebidos no início de Setembro com temperaturas acima dos 30 graus à sombra. Além do calor, os magistrados ficaram a saber que o amianto – uma substância cancerígena detectada em Dezembro – não existe apenas na cave e na cobertura, mas também em tubagens emparedadas nos corredores que dão acesso às salas de audiência. E enquanto as prometidas obras de fundo não chegam, há pedras a cair, ventiladores parados, casas de banho fora de serviço, elevadores avariados, infiltrações e risco de curto-circuito.
- Quarta-feira, 5 Julho 2006 - 00:00
Amianto em prédio da PSP
Mateus O., um agente da PSP de Lisboa, de 40 anos, com as funções de técnico de telecomunicações morreu há duas semanas, vítima de um cancro nas vias respiratórias. O elemento policial trabalhava no 9.º andar de um prédio da PSP, no centro de Lisboa, num local que poderá ter o tecto forrado com amianto, uma substância altamente cancerígena. Para já, ainda não está estabelecido nexo entre a morte do agente, e a existência de amianto no local de trabalho.
- Segunda-feira, 15 Marco 2004 - 00:00
AMIANTO PREOCUPA
Os pais estão preocupados com as consequências nefastas para a saúde da utilização de amianto nas construções escolares, nomeadamente em termos de riscos cancerígenos para alunos, professores e funcionários. A Confederação Nacional de Associações de Pais (Confap) vai mesmo colocar esta semana o problema ao secretário de Estado da Administração Educativa, de forma a que este material, tido como perigoso, seja erradicado das escolas.
 
:
tags:
Publicado por vozeslivresmacao às 14:52
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

Olha aí ... Cuidado!!!

tags:
Publicado por vozeslivresmacao às 16:54
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Um ano depois, lá está o degrau

No Verão passado era este o estado do degrau.

 

A CM Mação demorou um ano a reparar um simples degrau num parque infantil, é obra!!!

Mas valeu a pena denunciar esta situação, e o resultado está aí.

 

 

É pena a Carta Educativa do Vereador da Educação não contemplar um Parque Infantil junto a uma qualquer Cresce, Infantário ou Escola Primária.

Como diria a minha filha, o baloiço é só meu!!!

São estes os custos da interioridade quando a incompetência das pessoas não tem limites!!! 

Já no passado outros não pensaram assim, é isto a democracia, um jogo de vontades, ou seja, só temos o que escolhemos e queremos.

 

O poder de decisão está nas Suas Mãos, não deixe de o utilizar!!!

 

Um Abraço,

Luís Sérgio Silva

Publicado por vozeslivresmacao às 11:11
| Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

REQUERIMENTO 23/2007 - Custos do Mação Total e Feira Mostra

Exmo Senhor
Elvino Pereira
Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Mação
Rua Padre António de Figueiredo
P – 6120 – 750 Mação
 REQUERIMENTO 23/2007
 
Assunto: Custos da organização do festival Mação Total e Feira Mostra
 
João Paulo L. D. Simões de Almeida, membro desta assembleia eleito na lista do PS vem requerer, nos termos conjugados dos artigos 46-A.º, n.º 1, alínea e), 53.º, n.º1, alíneas c) e f), 54, n.º 1, alínea j) da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro com a redacção que lhe foi dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e dos artigos 5.° n°.1 alínea e) e i) e 31.° do Regimento da Assembleia Municipal de Mação, que seja informado por escrito sobre os custos da organização do festival "Mação Total" e "Feira Mostra", nomeadamente sobre custos de publicidade do evento, refeições, aluguer e montagem de palco, artistas, etc.
Relativamente à Feira Mostra e à promoção das indústrias locais do presunto, requer-se ainda informação sobre a forma de envolvimento, participação e adesão da associação de industriais do sector e dos seus associados no evento.
  
Ficando a aguardar,
 Data, 3/07/2007
  
O Membro da Assembleia Municipal,
 
Publicado por vozeslivresmacao às 11:59
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

REQUERIMENTO 22/2007 - Projectos do município de Mação ao possível QREN

Exmo Senhor
Elvino Pereira
Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Mação
Rua Padre António de Figueiredo
P – 6120 – 750 Mação
 REQUERIMENTO 22/2007
 
Assunto: Projectos submetidos pelo município de Mação ao possível QREN junto das Nuts III do Médio Tejo e do Pinhal Interior Sul
  
João Paulo L. D. Simões de Almeida, membro desta assembleia eleito na lista do PS vem requerer, nos termos conjugados dos artigos 46-A.º, n.º 1, alínea e), 53.º, n.º1, alíneas c) e f), 54, n.º 1, alínea j) da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro com a redacção que lhe foi dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e dos artigos 5.° n°.1 alínea e) e i) e 31.° do Regimento da Assembleia Municipal de Mação, que seja informado por escrito sobre o teor dos projectos submetidos pelo município à NUT III do Médio Tejo e, posteriormente, à NUT III do Pinhal Interior Sul destinados a poderem ser seleccionados e contemplados pelas verbas comunitárias previstas no âmbito do QREN (2007-2013).
  
Ficando a aguardar,
 Data, 3/07/2007
  
O Membro da Assembleia Municipal,
 
Publicado por vozeslivresmacao às 11:55
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

REQUERIMENTO 21/2007 - Concursos públicos submetidos para aprovação à A.M. Mação

Exmo Senhor
Elvino Pereira
Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Mação
Rua Padre António de Figueiredo
P – 6120 – 750 Mação
 REQUERIMENTO 21/2007
  
Assunto: Concursos públicos submetidos para aprovação à Assembleia Municipal de Mação entre 1999 e 2007
  
João Paulo L. D. Simões de Almeida, membro desta assembleia eleito na lista do PS dirigiu na sessão da AMM realizada em 28 de Junho último uma questão ao executivo sobre o assunto mencionado em epígrafe.
Constatou-se todavia, que a resposta dada não satisfez o objectivo da pergunta quanto ao cabal esclarecimento dos procedimentos concursais promovidos pela CMM entre 1999 e a presente data.
Subsequentemente, vem requerer o abaixo signatário, nos termos conjugados dos artigos 46-A.º, n.º 1, alínea e), 53.º, n.º1, alíneas c) e f), 54, n.º 1, alínea j) da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro com a redacção que lhe foi dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e dos artigos 5.° n°.1 alínea e) e i) e 31.° do Regimento da Assembleia Municipal de Mação, informação escrita sobre lista de concursos públicos promovidos pela CMM no período compreendido entre 1 de Janeiro de 1999 e 30 de Junho 2007 tendo por objecto a concessão de exploração de equipamentos ou quaisquer outras infra-estruturas, a aquisição de bens ou serviços ou quaisquer outros concursos públicos exigidos por lei. Solicita-se ainda que a informação em apreço indique datas em que tais processos concursais foram submetidos à Assembleia Municipal, base legal para esta submissão, datas da sua aprovação bem como cópia autenticada das actas em que tais processos foram deliberados por aquele órgão autárquico.
 
Ficando a aguardar,
 Data, 3/07/2007
 
O Membro da Assembleia Municipal,
Publicado por vozeslivresmacao às 11:49
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 11 de Julho de 2007

Foto Reportagem do MacFire

Publicado por vozeslivresmacao às 17:09
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

Olha aí a Piscina!!!

Hello!!!
Alguém já se apercebeu que o Verão começou no dia 21 de Junho ou em Mação começa mais tarde!
Os nossos autarcas devem andar com problemas na sua agenda, caso contrário a piscina municipal descoberta já teria aberto ao público.
Estava a pensar deslocar-me à piscina no fim-de-semana passado, quando reparei que ainda não tinha aberto a época balnear em Mação, pronto, lá ficou a miúda toda chateada porque teve de se deslocar a Abrantes.
Estou mesmo a ver, andam muito preocupados com o jantar dos utentes da piscina coberta, que se esqueceram dos utentes da piscina descoberta ou que ela ainda existe!
Reparei que havia movimentações nas instalações, a água da piscina estava mesmo apetitosa para um mergulho, a relva estava a ser regada, havia sinais da presença duns aspiradores e os espaços verdes estavam mais ou menos cuidados, tirando os desleixos do costume.
Malditas balsas que já fazem parte dos arbustos ou a erva que se apoderou do relvado todo arranjadinho.
 
Mas afinal, qual é a trapalhada desta vez para ainda não ter aberto a Piscina?
 
- Obviamente que sei qual foi a trapalhada, mas se eu disser qual foi, deixa de o ser.
 
Nota: Pede-se aos funcionários da CM Mação que não tirem prints deste post porque o Senhor Vereador não gosta (mas com isso posso eu bem), só não gosto muito é que ele venha com estas histórias na AM no periodo aberto ao publico, quando ele tem todo o tempo disponivel no periodo antes da ordem do dia, será que o contraditório não lhe interessa, pelos vistos não!!!
Um Abraço,
Luís Sérgio Silva
Publicado por vozeslivresmacao às 16:44
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 6 de Julho de 2007

REQUERIMENTO n.° 20/2007 - Lista de Património Imóvel

Exmo Senhor
Elvino Pereira
Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Mação
Rua Padre António de Figueiredo
P – 6120 – 750 Mação
 
REQUERIMENTO n.° 20/2007
Assunto: Lista de Património Imóvel
 
Luís Sérgio Matos Silva, membro desta assembleia eleito na lista do PS vem requerer, nos termos conjugados dos artigos 46-A.º, n.º 1, alínea e), 53.º, n.º1, alíneas c) e f), 54, n.º 1, alínea j) da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro com a redacção que lhe foi dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e dos artigos 5.° n°.1 alínea e) e i) e 31.° do Regimento da Assembleia Municipal de Mação, e, em nome dos superiores interesses da autarquia, que seja informado por escrito do seguinte:
  • Lista de todo o Património Imóvel propriedade da autarquia;
  • Cópia do registo de propriedade em como a autarquia é o legitimo proprietário do Cine-Teatro de Mação.
Ficando a aguardar,
Data,   28/06/2007
O Membro da Assembleia Municipal,
Publicado por vozeslivresmacao às 14:03
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Chineses atacam MacFire

Segundo fontes bem colocadas, um grupo oriundo da China, pensa-se que seja o mesmo que quer lançar uma contra - OPA ao Benfica, está muito interessado em comprar os direitos de comercialização do MacFire.
Os efeitos da visita do Ministro da Economia ao Oriente parecem estar a surtir efeito, e numa jogada de antecipação aos Galegos, os Chineses entraram na corrida, aproveitando a estadia em Portugal. Parecem estar decididos na internacionalização do MacFire.
Ainda de acordo com outras fontes, a Google também pondera um ataque a este produto, estando a pensar incorporá-lo no Google Earth, transformando este produto numa ferramenta de nível mundial ao dispor de qualquer agente que combata incêndios.
Num mercado onde os países do Mediterrâneo, Austrália, Estados Unidos, entre outros se debatem todos os anos com imensas dificuldades no combate a incêndios, parece ser esta uma oportunidade de negócio para os grandes grupos tecnológicos.
Segundo um analista consultado, esta investida internacional pode não acabar por aqui, o Governo português poderá ter uma palavra a dizer, pois, esta poderá ser uma imagem da marca tecnológica portuguesa, existe assim grandes possibilidades deste produto ser nacionalizado, e ser anexado ao choque tecnológico.
Uma outra analista consultada, está crente que este produto para a Google Earth encaixaria como uma luva no seu layout de negócio, permitindo aumentar de forma exponencial as assinaturas do Google Earth Professional, vindo a transformar-se numa grande fonte de receitas para o gigante Google.
 
No entanto, nada disto vai impedir que a justiça em Portugal Continental funcione como a da Madeira!!!
Publicado por vozeslivresmacao às 11:09
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Olho por Olho, Dente por Dente!!!

Uma importante máxima que um autarca verdadeiramente imbecil deve ter é nunca olhar ninguém “olhos nos olhos”. É claro que, uma vez mais, aqueles que são reconhecidos como os grandes especialistas comunicacionais contestam esta prática. Um tal de Daniel Goleman vem defendendo que se lide, sempre que possível, de forma directa com as pessoas.
Depois, uma série de “correligionários” de Goleman defende que não existe maneira mais eficaz de passar a mensagem que o contacto pessoal. Estes ditos senhores aconselham mesmo que se fale com as pessoas “olhos nos olhos”. Este modelo de contacto directo evita, dizem os ditos “entendidos”, muitos dos mal entendidos da comunicação autarquica. E acrescentam que esta forma de passar a informação, “olhos nos olhos”, envolve mesmo os colaboradores de uma forma mais eficiente. É claro que tudo isto até tem alguma lógica para nós os dois, já que sabemos bem como algumas colegas, de olhos bem bonitos, nos envolvem dentro do espírito autarquico.
Porém, a técnica está longe de ser o antídoto eficaz para o problema comunicacional. Peguemos então nas próprias palavras destes gurus que defendem o contacto directo como forma de evitar mal entendidos. Aliás, o nome correcto para estes ditos “especialistas” deveria ser kangurus, já que são especialistas a saltar de ideia em ideia para vender os seus livros. Quanto muito, a estratégia defendida por estes senhores tem como resultado apenas a redução da taxa de mal entendidos.
No entanto, ao repararmos na essência das suas teorias, confirmamos que os mal entendidos, ainda assim, irão continuar a existir. Porém, nós os dois sabemos que a única solução eficaz é evitar toda e qualquer comunicação dentro da autarquia. Sendo assim, resta-nos, como autarcas verdadeiramente imbecis, atenuar o problema de forma mais eficaz do que esses ditos “especialistas” aconselham.
Ora, como o povo sempre disse: “os olhos são o espelho da alma”. Quer isto então dizer que o nosso primeiro cuidado deve ser o de evitar olhar nos olhos de alguém.
 
Quem nos critica são pessoas sem inteligência já que se a tivessem há muito que nos davam razão.
 
Desta forma, o primeiro passo para a resolução do problema é estabelecer uma comunicação “face a face”, mas não “olho a olho”. Porém, vários vícios organizacionais podem complicar a resolução deste problema na autarquia.
O ideal seria mesmo implementar, de imediato, um sistema de layout prisional. Mas, como estamos conscientes de que as mudanças organizacionais levam o seu tempo, você terá primeiro que evitar olhar, “olhos nos olhos”, os seus colegas.
Neste caso, para uma solução imediata, aconselho-lhe uma operação aos olhos de forma a que fique estrábico. Na verdade, actualmente, este tipo de operação não envolve risco algum e a solução mostra-se, financeira e eficazmente, mais razoável do que o investimento em qualquer master ou pós-graduação em comunicação. Na realidade, a operação mostra-se uma boa solução, já que, se você for estrábico, terá um menor risco de olhar alguém “olhos nos olhos”. É claro que a operação não será gratuita, mas nós os dois, como autarcas verdadeiramente imbecis que somos, sabemos bem como são estes os investimentos ideais ao nosso desenvolvimento de carreira.
Porém, um problema se coloca: a enorme lista de espera dos blocos operatórios hospitalares. As operações demoram meses ou mesmo anos e, infelizmente, os hospitais ainda nem sequer consideram esta intervenção como uma urgência.
Todavia, o problema para si carece de resolução imediata. Desta forma, um recurso de fácil execução é deixar crescer o cabelo até que este lhe tape completamente os olhos. Aliás, esta medida acaba mesmo por trazer vantagens acrescidas em relação à operação, principalmente no caso de grandes organizações com elevado número de trabalhadores. É que o olhar estrábico também poderá induzir em erro, já que, apesar de você não olhar para os seus colegas de forma directa (leia-se “olhos nos olhos”), poderá acabar, acidentalmente, por olhar outro qualquer colega do lado.
Todavia, se você tiver o cabelo à frente dos olhos, até esse problema deixa de existir.
A medida é tanto mais eficaz que atenua outro problema dos nossos dias: o assédio sexual.
A situação é fácil de ver: se você não consegue olhar para ninguém, também não saberá quais as colegas atraentes merecedores das suas insinuações sexuais. Logo, o problema do assédio sexual na sua organização fica resolvido de todo, pois somos só nós, os autarcas verdadeiramente imbecis, que temos dificuldade em distinguir o trabalho do prazer.
Com certeza, porque nos dá enorme prazer... complicar o trabalho dos outros.
Como imbecis que somos, esta máxima de nunca olhar “olhos nos olhos” nem sequer é novidade para nós, já que sempre nos regemos pela experiência popular e um ditado que adoptamos desde infância foi: “olho por olho, dente por dente”. Os nossos críticos até dizem que, no nosso caso, se tornou numa filosofia de vida. Mas as críticas a nós nunca nos incomodam. Quem nos critica são, invariavelmente, pessoas sem qualquer tipo de inteligência, já que se a tivessem há muito que nos davam razão. Sim, porque nós os dois temos sempre razão e sabemos bem como as críticas dos outros mais não são do que simples demonstrações da inferioridade de quem as produz.
A realidade é que nós os dois sempre soubemos, como ninguém, o alcance daquele ditado popular. Ou seja, se olharmos “olhos nos olhos” para quem quer que seja, acabaremos, mais tarde ou mais cedo, à dentada com essa pessoa. E, infelizmente para nós, isso ainda não é nada bem visto.
Publicado por vozeslivresmacao às 14:46
| Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 4 de Julho de 2007

Quem quer fazer companhia a estes Senhores?

 

Daremos mais pormenores em breve!!!

Publicado por vozeslivresmacao às 16:46
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

REQUERIMENTO 17/2007 - Ajudas de custo, subsídios de transporte e senhas de presença

Exmo Senhor
Elvino Pereira
Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Mação
Rua Padre António de Figueiredo
P – 6120 – 750 Mação
 REQUERIMENTO 17/2007
  
Assunto: Ajudas de custo, subsídios de transporte e senhas de presença auferidas pelos membros da CM e AM no mandato 2001-2005
  
João Paulo L. D. Simões de Almeida, membro desta assembleia eleito na lista do PS vem requerer, nos termos conjugados dos artigos 46-A.º, n.º 1, alínea e), 53.º, n.º1, alíneas c) e f), 54, n.º 1, alínea j) da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro com a redacção que lhe foi dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e dos artigos 5.° n°.1 alínea e) e i) e 31.° do Regimento da Assembleia Municipal de Mação, que seja informado por escrito sobre o montante de ajudas de custo, subsídios de transporte e senhas de presença auferidos por cada membro da CM e AM no mandato 2001- 2005.
 
1.      Solicita-se que a informação seja declinada por cada ano do mandato  e reunião do respectivo órgão.
 
2. Em resposta à questão 3 do nosso requerimento n.° 9, de 12 de Março último, foi-nos remetida uma lista de membros dos órgãos autárquicos e montantes por si percepcionados a título de ajudas de custo, senhas de presença e subsídio de transporte. Porém da referida listagem não constam, por lapso seguramente, os actuais vereadores José António de Almeida e António José Louro. Solicita-se pois que nos seja facultado o montante auferido por estes vereadores, a título de ajudas de custo, subsídio de transporte e senhas de presença, em razão das suas presenças e participação nas reuniões da CM e da AM realizadas no ano de 2006?
 
Ficando a aguardar,
 
Data, 27/06/2007
 O Membro da Assembleia Municipal,
Publicado por vozeslivresmacao às 15:01
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

REQUERIMENTO 18/2007 - Alterações orçamentais

Exmo Senhor
Elvino Pereira
Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Mação
Rua Padre António de Figueiredo
P – 6120 – 750 Mação
 REQUERIMENTO 18/2007
  
Assunto: Alterações orçamentais
  
João Paulo L. D. Simões de Almeida, membro desta assembleia eleito na lista do PS vem requerer, nos termos conjugados dos artigos 46-A.º, n.º 1, alínea e), 53.º, n.º1, alíneas c) e f), 54, n.º 1, alínea j) da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro com a redacção que lhe foi dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e dos artigos 5.° n°.1 alínea e) e i) e 31.° do Regimento da Assembleia Municipal de Mação, que seja informado por escrito sobre alterações ao Orçamento da despesa referente ao ano de 2007 visto que em 14/02/2007 e 28/03/2007, a CM, por maioria, aprovou duas alterações ao orçamento da despesa referente ao ano de 2007, respectivamente no valor de 592.500,00 € ( quinhentos e noventa e dois mil e quinhentos euros) e de 300.000,00 € ( trezentos mil euros ).
 
1. Solicita-se portanto informação detalhada sobre os motivos de tais alterações, quais as rubricas da despesa que foram reforçadas e informação precisa sobre o destino de tais verbas.
 
2. Pretende-se igualmente saber que montantes foram afectos desde 2001 ao processo de aquisição, permuta e cedência de terrenos na zona do Atoleiros, quantas alterações orçamentais foram aprovadas nestes últimos anos para fazer face à despesa com os “Atoleiros”, e em que montantes.
 
Ficando a aguardar,
  
Data, 27/06/2007
 O Membro da Assembleia Municipal,
Publicado por vozeslivresmacao às 14:58
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Contacto:

Vozes Livres Mação

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blog

 

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

Cá se fazem, Cá se pagam!...

a boy for all seasons

Pedro Passos Coelho "o fa...

Banalidades do Correio da...

Vater Marques na Rede Nac...

Judiciária investiga uso ...

Posto de Vigia 74 - Outub...

Posto de Vigia de Setembr...

João Pereira reclama vari...

Ponto de Vigia - Julho/20...

EDP CONTINUA A MANTER NA ...

EIS O QUE ESTE NOVO PSD N...

PONTO DE VIGIA - JUNHO

MAÇÃO . VACARIA VIRA GALE...

CARDIGOS.JUNHO DE 1966 . ...

POSTO DE VIGIA

CONVÍVIOS COM VIDA DENTRO...

MAÇÃO E O BREJO QUE NÃO V...

OBRIGADO,ÉVORA ! SEM PALA...

AS VOLTAS DE UMA RENUNCIA...

QUEM QUER VIR A ÉVORA DE ...

ÁGUA POR FAVOR

"JAZ MORTO, E APODRECE"

SALDANHA ROCHA E CAMÂRA M...

Ponto de vigia Abril 2...

EURICO BRITO LOPES

DE ENCERRAMENTO EM ENCERR...

MAÇÃO - VALENÇA DO MINHO

UMA DAS CONDIÇÕES PARA QU...

Posto de Vigia

Arquivos

Abril 2013

Dezembro 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

tags

todas as tags

Links

Participar

Participe neste blog

subscrever feeds

blogs SAPO