NOTA: Qualquer pessoa que se sinta ofendida pelos conteudos /opiniões aqui expostos deve demonstrá-lo para o email abaixo indicado. Os comentários estão abertos com a devida moderação e os artigos a publicar neste BLOG devem ser enviados para o email:
vozeslivresmacao@sapo.pt
Visitantes Online
Terça-feira, 31 de Março de 2009

CANDIDATURA DO PS-MAÇÃO/2009 À CM MAÇÃO

 

 

Foi apresentado publicamente o candidato do Partido Socialista  à CMM .Desta vez a escolha do P S recaiu sobre o Dr.  Nuno Neto. Não sendo propriamente um desconhecido (fez parte das listas do PS em 2001) é mais uma esperança que o partido tem neste embate eleitoral que se avizinha. A candidatura de Nuno Neto tem, na prática,  todas as condições para ser uma candidatura  vencedora.  Nuno Neto  poderá ser o candidato  certo, assim lhe sobre em talento a difícil tarefa  para congregar  toda uma quantidade de pessoas com muito valor  que existe, tanto no PS, como na sociedade civil. Tarefa assaz difícil será a  a constituição da e das equipas que o irão acompanhar. Deverá fazer um esforço para   garantir  listas equilibradas que consigam conciliar alguns inevitáveis interesses pessoais,  não descurando o emblema/símbolo pelo qual  irão ser eleitos  (PS),  com os interesses supremos da População  de Mação. Com Nuno Neto como candidato  vislumbra-se  uma saída para o marasmo  e  o atraso em que  o  actual poder colocou o concelho, nestes trinta e tal anos. Para já, neste arranque formal da candidatura do Partido Socialista,  os meus sinceros votos  de uma candidatura vencedora e  que estes  meus desejos  tenham o supremo epílogo no final do Verão.  Sabemos que tens uma tarefa bastante espinhosa  pela frente,   os obstáculos que irás encontrar, os velhos do Restelo  que te tentarão "travar", sinal do incómodo que vais gerar mas, para isso, estarás na certa preparado. Sabemos também da enorme vontade de vencer, dos projectos que irás apresentar, colocando em primeiro lugar  o Nosso Mação. Boa sorte camarada Nuno Neto.

 

António Reis

Publicado por vozeslivresmacao às 11:07
| Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
|

REPORTER ESTRÁBICO (um cronista periclitante)

- FAÇA COMO EU! SORRIA MESMO QUANDO LHE APETECE GRITAR. –

 

Mal e porcamente - Significado: Muito mal; de modo muito imperfeito.
Origem: «Inicialmente, a expressão era "mal e parcamente". Quem fazia alguma coisa assim, agia mal e eficientemente, com parcos (poucos) recursos.
Como parcamente não era palavra de amplo conhecimento, o uso popular tratou de substituí-la por outra, parecida, bastante conhecida e adequada ao que se pretendia dizer. E ficou " mal e porcamente", sob protesto suíno.»(1)

Mas vejamos:
1º - Mal e parcamente. Este antigo bebedouro, na antiga Escola Preparatória, em Mação, hoje Jardim Infantil, em Mação, foi reaproveitado como vaso. Até aqui, menos mal. Possivelmente, dado os parcos recursos, foi aproveitado para uma função diferente.
2º - Mal e porcamente. Diria mesmo, muito mal e porcamente.
O problema é que nele está uma espécie vegetal do género cacto. Pertence à família Cactaceae, tem talos suculentos e são plantas espinhentas. E para mais não dizer, só acrescento: Plantas espinhentas e crianças… não liga bem!!!!!

 (1) in A Casa da Mãe Joana, de Reinaldo Pimenta, vol. 1 (Editora Campus, Rio de Janeiro)
 

Publicado por vozeslivresmacao às 11:02
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 26 de Março de 2009

OS PASSOS, DOS PASSOS TROCADOS

 

 Nesta Procissão do Senhor dos Passos, era costume ser o Provedor da Santa Casa da Misericórdia a levar o PAU. Teríamos assim uma Estrela com PAU, mas, não se sabendo bem porquê, nem como, temos o Presidente da CM Mação e futuro candidato do PSD com o PAU na mão.
É caso para dizer que alguém se abotoou com o PAU do Estrela. Será o Estrela pouco católico?

Isto vai de mal a pior, coitado do Nuno Neto, coincidências do dinheiro, já não bastava a grandiosa reportagem do Voz da Minha Terra a anunciar a sua candidatura à CM Mação e, logo na mesma página, ou seja, o resto da página (2 terços), publicidade ao grupo económico de Saldanha Rocha.

Assim, num mês, temos Saldanha Rocha a aproveitar tudo o que mexe, é obvio que tudo isto acontece por mera coincidência e não temos a mais pequena dúvida sobre a grande isenção de quem coordena estes meandros.

 

É caso para dizer,

 

DEUS É O DINHEIRO E O DIABO É NÃO O TER.

Ou,

METE O CARRO, TIRA O CARRO, METE O CARRO, TIRA O CARRO, ATÉ O ....

 

 

Luis Sergio Silva

Publicado por vozeslivresmacao às 12:09
| Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 25 de Março de 2009

MAÇÃO NA LISTA DA IGAL PARA 2009

Inspecção-geral da Administração Local
Dez câmaras do distrito serão inspeccionadas
(© Jornal O Templário, por Jornal O Templário)

Do Plano de inspecções da Inspecção-Geral da Administração Local para 2009 constam 11 câmaras da nossa região, sendo 10 do distrito de Santarém

 
Alcanena, Almeirim, Alvaiázere, Chamusca, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã, Mação, Santarém e Vila Nova da Barquinha são os municípios que vão ser inspeccionados pela IGAL durante 2009.
 
 
 
Todos os pormenores nesta edição do jornal "O Templário"

Publicado por vozeslivresmacao às 20:55
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 20 de Março de 2009

O turista DA GANGA

 

Vá-se lá saber como, mas chegou um turista DA GANGA, às terras do Futuro Mação Azul. Este famoso turista conseguiu desvendar um mistério que atormentava alguns dos senhores feudais do actual Mação Não Azul.
Este requintado turista, é caso para dizer, chegou viu e venceu, e disse:
- É aí nessa carruagem que é a sede da Al-Qaeda, ops … queria dizer, a carruagem é uma célula da Al-Qaeda.
 
Olhando para a historia, consegue-se vislumbrar que todos os que travaram combates com a Al-Qaeda perderam as eleições a que se candidataram …

 

 

 

Comparar gente simples e boa, a verdadeiros terroristas, capazes de actos como o da foto é MAU DE MAIS PARA SER VERDADE.

 

 

 

Agora mais a sério, QUE o turista DA GANGA SEJA FELIZ NA SUA INFANCIA .
 
 
Luis Sergio Silva
 

Publicado por vozeslivresmacao às 16:31
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

DESDE O ANO 1987 E 1969, OLHA AÍ JOAQUIM, VERDASCA & ASSOCIADOS ... ONDE ESTÃO OS PARVOS !!!

ESRI, em Portugal desde 1987 ....

 

 

 

 

INTERGRAPH desde 1969 ...

 

Publicado por vozeslivresmacao às 13:25
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 17 de Março de 2009

AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO DA CM MAÇÃO SILENCIA

A agência de comunicação da Câmara Municipal silencia arquivamento do processo de João Paulo Almeida

Decorrido mês e meio sobre  o arquivamento definitivo do processo judicial movido pela CMM contra João Paulo Almeida (23 Janeiro 2009) é interessante constatar como Saldanha Rocha geriu o silêncio sobre esta notícia. Nem uma letra nos jornais regionais e/ou nacionais quando no passado não se coibiu de comentar o caso dando-o mesmo como encerrado, e a favor da CMM.

Por aqui se vê as reais intenções de Saldanha Rocha e dos vereadores do PSD: queimar o homem de quem politicamente mais temem!

Se assim não fosse,

- Porque esconderam ao longo de 3 anos das reuniões da CMM e dos vereadores socialistas os sucessivos recursos que unilateralmente foram decidindo apresentar nos tribunais, atitude claramente contrastante com o apressado envolvimento dos vereadores socialistas  solicitado pelo Presidente e vereadores do PSD em 2006 ?!!!!

- Porque esconderam o resultado do processo na reunião de Câmara de 11 de Fevereiro e só em resposta a questão expressamente colocada  sobre o assunto pelos vereadores socialistas confirmaram finalmente ter tido conhecimento do desfecho judicial?!!!!!

Assim se vê os fins pretendidos por Saldanha Rocha e seus pares !!!!! Saiu-lhes o tiro pela culatra !!!! Daí o SILÊNCIIIIIIOOOOOOOOO!

Coerente, solidária e coesa foi sempre a posição da oposição socialista na CMM e na Assembleia Municipal. Os vereadores socialistas  sempre disseram que isto era "um processo político" animado por razões escusadas.

Assim, em 25 de Fevereiro de 2008, Cardoso Lopes e Manuel Serras, disseram concludentemente:

"Embora já tenham passado 3 anos, estamos bem recordados da forma como foi tratado, por parte da Câmara, o caso do Vogal João Paulo Almeida.

No nosso espírito ficou a sensação de que o assunto foi “soprado” para a Comunicação Social com um duplo objectivo: descredibilizar e aniquilar politicamente o visado. Vem a propósito relembrar o que disseram os Vereadores do Partido Socialista, José Fernando Martins e Manuel de Jesus Serras, na reunião de Câmara de 25 de Janeiro de 2006 e que se transcreve: “… Foi utilizada a voracidade da máquina partidária, com a intenção do aniquilamento político do referido Deputado Municipal, como o demonstram os procedimentos subsequentes.”

Hoje, conhecida a decisão dos Tribunais, sai reforçada a nossa convicção, de que a importância dada ao assunto, mais não tinha, do que motivos políticos. Se assim não fosse, o desfecho judicial teria, certamente, sido diferente.

A decisão de arquivamento do processo, tomada pela Justiça (Tribunais), vem dar razão à leitura que fizemos em local e em tempo oportuno (reunião de Câmara de 25 de Janeiro de 2006) e por esse facto nos congratulamos."

Já em 25 Janeiro 2006, Manuel Serras e José Fernando Martins tinham dito que" aqui, o mais importante foi a perseguição política e o vexame público de uma pessoa a quem reitemos a nossa confiança política e a nossa solidariedade".

<<Tomada posicao_vereadores_25_01_2006.pdf>>

O mesmo fizeram e disseram os membros eleitos pelo PS da Assembleia Municipal em 24 de Fevereiro 2006. Ao tempo Elvino Pereira e outros  eleitos pelo PSD actuaram como se estivéssemos no tempo da Inquisição … quem assistiu não pôde ficar indiferente !!!!

<<tomada de posição membros da AM_24_02_2006.pdf>>

João Paulo Almeida resistiu e venceu ! Nunca quebrou, e por isso, é natural que hoje seja difícil passar ao lado do seu contributo para os combates que se avizinham.

 

Luís Sérgio Silva

 

Publicado por vozeslivresmacao às 01:28
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 16 de Março de 2009

FOTOREPORTAGEM DA APRESENTAÇÃO DA CANDIDATURA DO PS À CM MAÇÃO

P3140012.JPG

P3140017.JPG

P3140021.JPG

P3140023.JPG

P3140028.JPG
 

Publicado por vozeslivresmacao às 22:27
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

PALAVRAS LEVA-AS O VENTO …

 

 

Porque estão estes requerimentos por responder desde Abril 2008?

 

Temos constatado que a Câmara não tem estado bloqueada, paralisada ou entupida.
Se assim é, só pode ser a dificuldade e o embaraço das respostas que justificam o manto de silêncio e de ignorância sobre as questões formuladas. Ou então os muitos afazeres relacionados com os processos judiciais ou administrativos em curso a que os mesmos técnicos têm que dar resposta e não só ...

 

A lei fala de 15 dias para as respostas aos membros da Assembleia Municipal serem dadas, mas a CMM tem uma outra táctica: manda para a gaveta, pode ser que esqueçam !

Todavia, os autores dos requerimentos não esquecem o seu papel de fiscal dado pelo Povo. Por isso, teimam nas perguntas e voltaram à carga. Os requerimentos do silêncio estão de novo entre mãos da Mesa da Assembleia Municipal e do Presidenta da Câmara Municipal, desde 24 de Fevereiro.

Não era Saldanha Rocha que no acto de tomada de posse em Outubro de 2005 dizia querer trabalhar com as oposições e compreender o seu papel de fiscalizador da acção municipal ?!!!!!

Com o tempo ...a memória das palavras e das boas intenções vai-se perdendo ...

 

<<Requerimentos-naorespondidosdesdeAbril2008.pdf>>

 

 

 

Luis Sergio Silva   

 

Publicado por vozeslivresmacao às 21:58
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 12 de Março de 2009

EU VI UM GAIO

Num destes últimos dias do mês do Carnaval eu vi um gaio nos céus do Mação.
Como os e-leitores sabem, o gaio é uma ave da família dos corvídeos, de penas castanho-claras, salpicadas de azul, branco e preto. Não é muito frequente nos ares do Castanho Horizonte. É um pássaro extremamente belo.
Pois como dizia, eu vi um gaio, levantou voo de um laranjal e dirigiu-se àqueles Morais de arte rupestre que se encontram no Largo dos Combatentes da Grande Guerra. Estranhamente, o lindo gaio, efectuou vários voos rasantes sobre os desenhos dos “nossos” estudantes  universitários e, lembrando os filmes de animação de Walt Disney, quando mostravam avezinhas apaixonadas, cerrava as pálpebras, muito enlevado, junto àqueles hieróglifos  representando o quotidiano dos nossos antepassados.
De repente, parecendo atordoado, aquele bonito pássaro, de luminosa e colorida plumagem, voou, e, pareceu-me, perdido pelo encanto dos Morais, enfiou-se pela portaria da Casa Grande. Não estou absolutamente seguro. Só posso afirmar, com muita tristeza, não ter tido mais notícias daquele formoso gaio.

                                                                                                             Cabo Emídio II

 

Publicado por vozeslivresmacao às 03:59
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 11 de Março de 2009

JOÃO PAULO ALMEIDA - VENCESTE

  OS FRACOS NÃO TINHAM RAZÃO   
 

Quero aquí manifestar publicamente aminha satisfação  pelo desfecho deste processo, acompanhei com muita atenção desde o início, este ataque brutal e incompreensível de que foste vítima, com um objectivo bem defenido, o de te assassinar politicamente e por em causa  a tua dignidade pessoal.
  
Aqueles que contra ti atentaram, revelaram a sua mediocridade atodos os níveis, mediocridade essa que é do tamanho do mundo.
 
 
Esses senhores têm que saber e  vão aprender, que mesmo em política,não vale tudo.
 
Interrogo-me, como outros já o fizeram, se tivessem que pagar do seu bolso as custas do processo, será que avançavam com uma queixa que não faz qualquer sentido?
 
Claro que não!
 
 
A Câmara M Mação não tem verbas  para desenvlover o Concelho, encontra-se na situação miserável que todos reconhecem, para as fantasias destes senhores, as verbas nunca faltam,     até quando?
 


 José Augusto

Publicado por vozeslivresmacao às 16:52
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 9 de Março de 2009

O ESCORPIÃO MORTO PELO PRÓPRIO VENENO:

 

AS PALAVRAS QUE GELARAM SALDANHA ROCHA E OS SEUS VEREADORES
 
Conhecido o desfecho da perseguição judicial movida por Saldanha Rocha e demais vereadores a João Paulo Almeida (JPA), estes, em plena sessão da Assembleia Municipal, assim como os demais membros eleitos do PSD na Assembleia Municipal, além de incapazes de reconhecer a derrota pessoal e política, preferiram o silêncio eloquente dos fracos.
 
Dos fracos, não reza pois a história. Todavia, para a História ficam as palavras de JPA na Assembleia Municipal de 27 de Fevereiro de 2009. Certeiras, perfeitas, eloquentes, mordazes. Calaram fundo nos presentes, sobretudo nos visados. O odor da derrota política, a quarta neste mandato, instalou-se na sala e carregou fundo o semblante daqueles que cantaram vitória cedo demais (lembram-se das notícias encomendadas no Mirante de Janeiro de 2008 onde a « condenação » de JPA aparecia como adquirida e consumada ???).
 
Ficam aqui algumas das frases que tocaram fundo em todos os presentes no Salão Nobre da Câmara Municipal e cujos ecos ainda devem a esta hora tirar o sono aos responsáveis do « assassinato falhado » (político e pessoal de JPA, entenda-se.)
 
« Recordo aqui, aquilo que escrevi em minha defesa no jornal Voz da Minha Terra em 25 de Janeiro de 2006 - os tipos legais de crime carecem de preenchimento e prova da intenção dolosa da prática dos factos. Em 2006 a minha cabeça ficou decepada no julgamento popular e foi servida então publicamente para gáudio de alguns aos apetites vorazes dos juízos prematuros na base de uma notícia torpe e canalha »
 
« O meu passado, o meu nome e a minha honra souberam resistir e vencer este acto de malvadez. Não verguei perante a tentativa de imolação pública de todo o meu passado de irrepreensível intervenção cívica. » ;
 
« Um homem que fez da 'filosofia' a sua vida, Karl POPPER, dedicou o parte do seu estudo ao problema da 'esfera da moral'. Os princípios morais são independentes das conveniências políticas, concluia. Não se deve por conseguinte politizar a 'Moral'. Numa 'sociedade aberta' nenhuma pessoa ou grupo de pessoas decide, desenha ou decreta os princípios morais. » ;
 
« Os gentlemen nunca se tomam demasiado a sério, mas estão preparados para tomar muito a sério os seus deveres, especialmente quando os outros só falam dos seus direitos. Eu tomo-me pois por um gentleman. » ;
 
« Sabendo pois que Moral e Política não se devem confundir, eu preferia falar de alguns maus exemplos, de algumas más práticas, não de pessoas mas da instituição que nos acolhe e nos abriga neste simbólico salão nobre. Alguns exemplos apenas, já que a lista poderia ser longa :
 
- Como pode esta instituição conviver com facto de alguém trabalhar para si tendo-se feito passar por 'engenheiro' numa prestação de serviços para a CMM em 1992, sem o ser efectivamente ;
 
- Como pode esta instituição conviver com a prática de aquisição de terrenos para instalação de equipamentos sem ter previsto nos respectivo contrato uma cláusula de reversão a favor da CMM nos casos em que os fins não tenham sido alcançados ;
 
- Como pode esta instituição conviver com a prática de avançar com obras em terrenos cujo Plano de Pormenor não estava aprovado por Resolução de Conselho de Ministros ou cuja compra não estava ainda exarada por escritura pública. » ;
 
« Se o problema é dinheiro, ou melhor a falta dele, visto que o estado de pobreza financeira em que a CM se encontra é sempre alegado para dizer que as minhas vindas à AM são caras, o melhor era que a Câmara nos respondesse porque contrata assessores com vencimento de vereador ou faz despesas com processos judiciais mais onerosas que o bem jurídico a proteger. »
 
JPA evocou a terminar duas fábulas, a da raposa, a propósito do alegado problema moral, mais importante nesta hora para a CM do que o processo judicial corrido e onde apontam as melhores estimativas a CM terá gasto do erário público o dobro do dinheiro do que deve agora a JPA a título de subsídio de transporte (se o dinheiro saísse do bolso privado dos promotores do processo, teria o mesmo seguido os trilhos da Justiça?- seremos tentados a dizer concludentemente que não):
 
«A raposa passando diante de umas lindas e luzidias uvas, saltou para as apanhar mas não conseguiu. Tentou uma segunda vez sem sucesso. E uma terceira, e uma quarta. Por fim, desistiu dizendo : 'estão verdes' ! »
 
A rematar JPA recordou a conhecida fábula de Esopo « onde uma rã aceita levar um escorpião a atravessar um rio porque este lhe prometera que não a mataria com a sua venenosa picada. Porém, a meio da ponte, o escorpião não resiste e pica a rã com o seu ferrão envenenado. A rã, espantada, pergunta-lhe por que fizera isso. O escorpião desculpa-se e diz apenas que não conseguira evitar, pois isso fazia parte da sua natureza. Diferentemente da fábula de Esopo, aqui o escorpião morreu do seu próprio veneno ! »
 
 
Sinceramente, nos vários quadrantes políticos deste concelho de Mação, não encontro ninguém com esta capacidade política, a não ser claro, aquele que está impedido de se candidatar a cargos políticos por força da sua profissão, e claro, o meu camarada Antonio Reis, grão-mestre (líder) do Grande Oriente Lusitano (GOL), que tenho algumas dúvidas se teria a mesma “garra politica” de João Paulo Almeida.

 

Luis Sérgio Silva

Publicado por vozeslivresmacao às 11:50
| Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 6 de Março de 2009

VAMOS TODOS AJUDAR O ZÉ HENRIQUE A PAGAR AS CUSTAS JUDICIAIS

 

 

Como o VLM tem noticiado, o Zé Henrique, mais conhecido como o Diabo Amarelo, trava neste momento uma batalha jurídica na barra do Tribunal de Mação, tudo fazendo, não só para defender o seu bom nome, como, contribuir para que a legalidade e a transparência de processos sejam, de uma vez por todas, as normas vigentes nesta nossa querida Vila.

 

 

Um grupo de amigos lembrou-se, então,  de recorrer aos animais como fonte de receita, imitando, reconhecemos, a situação que se passa no Largo Vicente Mirrado, ali bem juntinho à nossa seiscentista Matriz, onde a um porco, em plena via pública ( queremos que devidamente autorizado) veio, agora, juntar-se uma linda cabrinha ( também, queremos, devidamente autorizada!!!).

  

Tendo em conta a farta relva que ali existe e como o Zé Henrique tem ali por perto o seu afamadíssimo restaurante, o Casa Velha, poderá, assim, nas horas livres tomar conta da pastagem de mais uma cabrinha que lhe vamos oferecer. Com esta cabrinha o Zé poderá fazer bom queijo, vender puríssimo leite e, assim, arranjar  uns trocados para fazer face às custas judiciais que começam a sobrecarregar o seu humilde pé de meia familiar!

Por isso, AGORA A SÉRIO,  pedimos a todos os leitores do VLM que passem a palavra e depositem o seu contributo nos seguintes números:

 

NIB:003202480020737711395 , ou para a CONTA do BARCLAYS de ABRANTES: 00207377113.

 

Muito Obrigado.O Zé merece!

 

 

 

 

Luis Sérgio Silva

 

Publicado por vozeslivresmacao às 15:16
| Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
|

RUA POMBO INDUSTRIAL

 Num dos meus habituais “footings” pelas avenidas novas,  ali para o lado das Escolas, com grande surpresa, divisei  uma placa dando o nome de uma rua (?) a “José Simões Pereira (Pombo) – Industrial”. Claro, é da família. Aqui pelo Mação há sempre “Sagradas Famílias”, todas de diferentes estirpes, consoante quem governa, quer a nível local, regional ou mesmo nacional. Estranhei. Não foi o descerramento da competente pedra anunciado no boletim de propaganda da Casa Grande, nem sequer o nosso querido mensário divulgou o evento (como agora é chique afirmar) perdendo o prefeito a oportunidade de ser fotografado a descerrar o pano sobre a lápide. Porventura este acontecimento passou-me ao lado. No Kristina Bar corre pouca informação…Só Benfica.  .
A propósito desta “justa” homenagem, um dia destes contarei aos e-leitores, uma estória que me foi narrada há muitos muitos anos, ocorrida no século XX, aí pelos anos 1952/1953, quando foi concluída a construção da barragem em Belver, e que tem como intérpretes principais a Hidro-Eléctrica do Alto Alentejo, um governador do Ribatejo, um prefeito do Mação e o industrial que já tem uma rua com o seu nome, que, na década de 1950, fornecia a electricidade aos maçanicos. Como cenário a Barragem de Belver-Ortiga. Tenham paciência, esperem algum tempo, porque preciso de passar pela Biblioteca da Casa Grande, que agora, parece-me, está em obras, para coligir alguns dados fundamentais.

 Cabo Emídio II

Publicado por vozeslivresmacao às 05:31
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 5 de Março de 2009

REPORTER ESTRÁBICO (um cronista periclitante)

 

- FAÇA COMO EU! SORRIA MESMO QUANDO LHE APETECE GRITAR. -

 

 

 

Não poder com uma gata pelo rabo - Significado: Ser ou estar muito fraco; estar sem recursos.
Origem: O feminino, neste caso, tem o objectivo de humilhar o impotente ou fraco a que se dirige a referência. Supõe-se que a gata é mais fraca, menos veloz e menos feroz em sua própria defesa do que o gato.
Na realidade, não é fácil segurar uma gata pelo rabo, e não deveria ser tão humilhante a expressão como realmente é.
Esta trave numa esquina na aldeia da Capela (Carvoeiro), pode bem com a gata pelo rabo. No entanto, não há-de custar «e um dia a casa vem abaixo».
Noutra «casa» do concelho (que se espera ainda este ano venha abaixo), foi descoberta a solução para estes casos, ou não. Foi adoptado um programa que sugere 250€ para arranjar o telhado e 150€ para a pintura, se não chegar, o proprietário que ponha o resto. Se for necessário, vão lá. Não se sabe se ainda há disponibilidade ou se está esgotada a verba, mas para amigos...

Publicado por vozeslivresmacao às 14:29
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

TUDO EM FAMÍLIA

 

 

 

Muito recentemente, no Café Buissa, passou-me pelas mãos o jornal que tem uma rua com o seu nome. Inseria uma foto dos novos manos que mandam na Casa Santa. Conheço todos de gingeira. Há irmãos, há cunhados, há primos, há casados com funcionárias da Casa Santa (o que dá muito jeito às cara-metade) e há, sobretudo, manos e manas dependentes ou ligados à Casa Grande. O prefeito, que colecciona penas de índio, continua. Cogitei com os meus botões,  mas a Casa Santa não tem outra gente, terão que ser sempre manos da mesma estirpe. Claro, tudo em família, tudo mais fácil de controlar, superior versus inferior. “Yes man, yes woman”.E assim vamos no Mação. Finalizo com uma dúvida em relação ao prove VV, o que era controverso há poucos meses, ter-se-á agora tornado incontroverso?
 
Cabo Emídio II
Publicado por vozeslivresmacao às 04:03
| Comentar | Ver comentários (9) | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 3 de Março de 2009

APRESENTAÇÃO DO CANDIDATO NUNO NETO

 

Publicado por vozeslivresmacao às 10:45
| Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 2 de Março de 2009

A CABALA CHEGOU AO FIM. FEZ-SE JUSTIÇA.

 VENCESTE JOÃO. ESTÁS LIMPO.

 

 
Em Fevereiro de 2006, a Câmara Municipal de Mação tida como uma pessoa de bem, como todos as entidades públicas, liderada por Saldanha Rocha, decidiu acusar o Dr. João Paulo Almeida da prática do crime de burla e de falsas declarações quanto ao preenchimento de boletim itinerário relativo à sua presença em sessão da Assembleia Municipal.
 
Esta decisão sucedeu a um conjunto de notícias claramente “fabricadas” e “cirurgicamente servidas” em vários jornais nacionais e regionais com o fim claro de atingir o Dr. João Paulo Almeida na sua honorabilidade pessoal assim como denegri-lo e ferir de morte a sua intervenção política. Esta campanha conduzida e alimentada pelo PSD/Mação misturou e envolveu o PS e o seu Secretário-Geral.
 
Este acto torpe e canalha mais não visou do que destruir e assassinar todo um passado de irrepreensível intervenção cívica do Dr. João Paulo Almeida, mas também abalar o PS de quem é militante e pelo qual foi eleito membro da Assembleia Municipal de Mação.
 
Em 23 de Janeiro de 2009, após esgotar todos os expedientes legalmente permitidos, nunca se conformando portanto com o sucessivo arquivamento do caso, logo em Setembro de 2006 por parte do Ministério Público, e a não pronúncia do arguido em Fevereiro de 2008 pelo Juíz de instrução, viu a Câmara negado provimento ao seu último recurso, o que significa o fim desta “perseguição” judicial que mais não foi do que uma “perseguição política” ao Dr. João Paulo Almeida e ao Partido Socialista.
 
Hoje, tenho a confirmação da certeza que tive no inicio, o meu camarada João Paulo Almeida, está de facto limpo.
 
Temos agora, um João Paulo Almeida, pronto para o combate político, tornando-se numa clara mais-valia para o PS / Mação nas próximas eleições autárquicas.
 
 
Luis Sergio Silva

 

Publicado por vozeslivresmacao às 16:31
| Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
|

VALES DE CARDIGOS


Tomara muitas aldeias apresentarem um dinamismo como apresenta Vales de Cardigos. Trata-se de uma pequena povoação localizada na freguesia de Cardigos, concelho de Mação, distrito de Santarém (Beira Baixa, Portugal). Na Internet, pode consultar a página valesdecardigos.no.sapo.pt — um espaço, denominado Sítio VALES DE CARDIGOS, onde encontra toda a história (e histórias), as tradições e os costumes, as fotografias, os vídeos e outros conteúdos relacionados com esta aldeia.

Estão garantidos conteúdos de qualidade e com actualizações periódicas nesse site. Ao longo de toda a página web, os autores apelam à participação dos seus visitantes, não só através de comentários no blogue, mas também pelo envio das suas fotografias, vídeos e outros.
 

O site apresenta um corpo principal e diversos locais a ele associados: um espaço nos Álbuns Web Picasa com todas as fotos da aldeia, um canal no YouTube onde estão publicados os vídeos, e um blogue no Blogger que, actualizado semanalmente, dá a conhecer toda a actualidade da aldeia de Vales.

Se pretende receber todas as novidades do Sítio VALES DE CARDIGOS na sua caixa de correio electrónico, apenas terá de preencher este simples formulário: clique aqui.
 

Mas a administração não se ficou por um site na Internet. Lançou em Fevereiro passado o primeiro jornal "a sério" dos Vales. O notícias de VALES DE CARDIGOS é um espaço aberto a todos, de distribuição gratuita, com periocidade trimestral. O jornal começará por uma edição on-line, mas arrancará para o papel muito em breve (até porque nem todos têm acesso à Internet em suas casas).
 

Se quiser fazer a sua subscrição e receber todos os trimestres (começa já neste mês de Março 2009) o nosso jornal via e-mail, apenas terá de realizar a subscrição aqui.

Para além do Sítio VALES DE CARDIGOS, existe também uma outra página web sobre os Vales. Trata-se do sítio ValesdeSãoJacinto.com (valesdesaojacinto.com), que será alvo de uma actualização e reestruturação, no âmbito de uma parceria entre o respectivo administrador e o Sítio VALES DE CARDIGOS. O novo ValesdeSãoJacinto.com será um espaço de carácter pessoal, onde o autor (o senhor António Manuel Martins da Silva) irá publicar textos de opinião e pequenos trabalhos sobre a história local. Por agora, teremos de aguardar a renovação deste sítio.

É quase certo que os Vales são a primeira aldeia do concelho de Mação a possuir dois sites na Internet e um jornal próprio. Isto só mostra o entusiasmo e o interesse por parte dos amigos da aldeia em a dinamizar e divulgar.

Vale a pena uma visita atenta e cuidada a este Sítio VALES DE CARDIGOS! Aqui fica, mais uma vez, o endereço valesdecardigos.no.sapo.pt. Para todos os interessados, adicione-o aos favoritos. Para dúvidas, sugestões ou reclamações, contacte, por favor, os autores do Sítio VALES DE CARDIGOS: valescardigos@gmail.com.


a administração do sítio

Vales de Cardigos (valesdecardigos.no.sapo.pt)

Publicado por vozeslivresmacao às 14:54
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Contacto:

Vozes Livres Mação

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blog

 

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

Cá se fazem, Cá se pagam!...

a boy for all seasons

Pedro Passos Coelho "o fa...

Banalidades do Correio da...

Vater Marques na Rede Nac...

Judiciária investiga uso ...

Posto de Vigia 74 - Outub...

Posto de Vigia de Setembr...

João Pereira reclama vari...

Ponto de Vigia - Julho/20...

EDP CONTINUA A MANTER NA ...

EIS O QUE ESTE NOVO PSD N...

PONTO DE VIGIA - JUNHO

MAÇÃO . VACARIA VIRA GALE...

CARDIGOS.JUNHO DE 1966 . ...

POSTO DE VIGIA

CONVÍVIOS COM VIDA DENTRO...

MAÇÃO E O BREJO QUE NÃO V...

OBRIGADO,ÉVORA ! SEM PALA...

AS VOLTAS DE UMA RENUNCIA...

QUEM QUER VIR A ÉVORA DE ...

ÁGUA POR FAVOR

"JAZ MORTO, E APODRECE"

SALDANHA ROCHA E CAMÂRA M...

Ponto de vigia Abril 2...

EURICO BRITO LOPES

DE ENCERRAMENTO EM ENCERR...

MAÇÃO - VALENÇA DO MINHO

UMA DAS CONDIÇÕES PARA QU...

Posto de Vigia

Arquivos

Abril 2013

Dezembro 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

tags

todas as tags

Links

Participar

Participe neste blog

subscrever feeds

blogs SAPO