NOTA: Qualquer pessoa que se sinta ofendida pelos conteudos /opiniões aqui expostos deve demonstrá-lo para o email abaixo indicado. Os comentários estão abertos com a devida moderação e os artigos a publicar neste BLOG devem ser enviados para o email:
vozeslivresmacao@sapo.pt
Visitantes Online
Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

CHEIAS 2009.DAS RIBEIRAS DA INFÂNCIA AO GRANDE TEJO DA NOSSA ALDEIA!EXCLUSIVO...PARA TODOS!

Um Tejo como há muito não se via.

No preciso momento em que editamos estas "imagens não editadas", nova e intensa precipitação!

Um Inverno como há muito não se via!

Descendo da Ribeira do Coadouro da minha infância, até à Ortiga, até ao Tejo e sua Barragem!

Ontem, ao cair da tarde, imagens não editadas!

antónio colaço

 

 

 

 

 

 

Publicado por vozeslivresmacao às 14:50
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

O NATAL EM MAÇÃO

 
 
 

 
 
 
 
NR - Face ao pouco tempo para editar, por que não convidar os amigos de outras paragens (outros blogs do animador) e juntar todo o pessoal à roda da Grande Fogueira do Natal, como se de outra Familia se tratasse, e aqui poderem deixar os seus comentários, as tantas falas natalícias aquecidas por este fogo que desafia a persistente chuva de 2009?
 
Tentaremos mais logo inserir as já habituais "imagens não editadas" desta grande e tradicional fogueira no Largo da Matriz de Mação.A imagem reporta-se à tarde de ontem, ainda a recolha dos troncos estava a meio!!!
 
Vamos às conversas que nos têm chegado!!!
Publicado por vozeslivresmacao às 12:02
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

FELIZ NATAL E QUE EM 2010 A PAZ E O BEM FIQUEM CONNOSCO DE VEZ! (EM CONTÍNUA ACTUALIZAÇÃO!!!!)

 

 

 

As mãos e as artroses delas ainda enregeladas acabam de levantar do encharcado chão as melhores mantas de musgo – este ano acho que terei sido dos primeiros – algures, nas encostas de um pequeno vale ali para as bandas de Ortiga, Mação. É com elas que vou atapetar quase um metro quadrado do meu presépio, num ritual, creio, a que nunca faltei desde que me conheço. Outra vez, e sempre, com redobrada intensidade – parece que quanto mais avançamos na idade mais nos aproximamos dessa idade outra onde tudo teve seu começo…- as memórias de um presépio que via nascer com deslumbrado fascínio, por entre os tão frágeis quanto mágicos dedos da minha querida professora Menina Conceição, ainda, para nosso agrado, bem viva por Cardigos. Acho mesmo que lhe devo alguma desta persistência no mundo das artes plásticas, ontem, como hoje, na procura do Belo que se esconde, como dizia Miguel Ângelo, adormecido numa pedra, à espera que alguém lhe dê vida. A Menina Conceição fazia presépios como ninguém mas agora que me preparo para erguer a gruta - numa solução encontrada, há já alguns anos, em mirífica e abaulada casca de sobreiro – vêm-me à memória as suas pedras simuladas, erguidas a partir de espesso e contorcido papel de cenário a que adequadas tintas emprestavam um realismo que, não duvido, poderiam enganar o florentino escultor! E as casinhas, com seus tectos palestinos em meia lua, muito branquinhos, com trémulas lamparinas simulando vida dentro delas…para não falar do gosto que nos incutia na modelação das nossas próprias figuras. Alguns anos mais tarde um colega de seminário haveria de recordar-me como, enquanto uns se perdiam pelo futebol ( onde a minha vontade de jogar raramente encontrava eco, por inabilidade, creio, nos eleitos, nos “seleccionados” para os grandes derbies!!!) no pelado de Gavião, eu me embrenhava nos seus muitos barredos  tentando dar vida a algumas das figurinhas do presépio. Acho mesmo que eram os bons vícios da escola primária da saudosa Cardigos de que não queria separar-me.
 Obrigado, Menina Conceição, outra vez.
2
Este ano, por ser de continuada crise, sei lá, insisti em encher de palha a pequenina cabana, assim como que a querer lembrar-me a mim próprio, de que Natal também significa nascer para uma vida cada vez mais ligada ao Ser do que ao ter. E, no entanto, como crescem os apelos a que nos esqueçamos destas realidades iniciais, a começar pelo continuado desprezo pelo nosso interior, um desprezo que dói mais quando é protagonizado por aqueles de entre nós que ainda vão apostando ficar por aqui. Falo do património edificado de Mação e dos seus mais recentes e deslumbrados atentados como aquele que temos patente no Largo do Cineteatro. E se o presépio nos remete para a singeleza da gruta de Belém, o que é que nos custava preservar o Centro Histórico com reconstruções que preservassem a velha traça que herdámos dos nossos antepassados? Por que não deixar os exercícios de arquitectura modernaça para a zona moderna envolvente a Mação? Nada nos move contra quem investe em Mação, nomeadamente, contra os proprietários do edifício em causa, e, sim, contra a opção que a senhora Câmara ali autorizou, ela que devia ser o garante da jóia da coroa. Menina Conceição, vou pedir ao Menino Jesus que a faça vir cá dar umas lições de património aos nossos deslumbrados autarcas. Que pena que não tenham sido seus alunos. Feliz Natal para todos e um 2010 com mais respeito pelo nosso património!
3
 
 
Para postal, escolho este ano esta escultura “Família” realizada no conjunto das várias exposições que, afortunadamente, pude realizar em Lisboa, Aljustrel e Messejana apesar de, à semelhança do Menino ( ele que me desculpe a presunção!) não ter havido lugar para mim, por “falta de nome”, nos corredores de S.Bento.
Uma família, a sua casa, celebrando essa outra realidade que nos é tão peculiar, a do vinho, que o Menino, nas vésperas de nos deixar, consagraria como o Seu sangue, o derradeiro Testemunho de que ficaria para sempre connosco.
 
Natal, pois, Deus connosco, todos os dias. Sempre.
 
Publicado por vozeslivresmacao às 16:17
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

ENTÃO SENHOR PRESIDENTE DA JUNTA, O QUE ANDA VOCÊ A FAZER?

Deixe lá a oposição interna e dedique-se a esta gente!!!

 

Aqui fica o excerto do comentário:

 

O que dava jeito era que a Câmara fosse desobstruir a Rua Principal de Casas da Ribeira. Ruiu uma casa e a Câmara está à espera que os donos, que nem querem saber daquilo, vão remover o entulho.

Pois é, isto não dá fotografia, nem reportagem para a TV e os velhotes que se danem. Vão dar a volta e é se quiserem.

 

 

 

Assim que alguém queira fazer o favor de tirar umas fotos nós agradecemos, estás a ouvir Luis Sergio! Vá, toca a ir ver a avózinha e a tirar umas fotos.

Publicado por vozeslivresmacao às 22:33
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

ACÇÃO SOCIAL - A CÂMARA MUNICIPAL DE MAÇÃO ACABA DE RECEBER DO GOVERNO AVULTADAS VERBAS PARA A ACÇÃO SOCIAL NO CONCELHO

As exigências do contexto social em que vivemos, aliadas às diferentes  funções que o poder local vai incorporando, exigem o desenvolvimento de novas formas de governabilidade,sobretudo em áreas designadas como menos  "tradicionais"  nas autarquias.
 
Neste sentido,a Câmara Municipal de Mação deve definir uma política de acção social orientada em dois sentidos:  por um lado,a criação de repostas  sociais adaptadas às necessidades da população concelhia; por outro lado, criar relações com os parceiros locais, misericórdias e lares particulares, que dão uma importante resposta no auxílio social, nomeadamente nas áreas da saude, cuidados  a idosos, apoio à deficiência, bem como apoio  alimentar e económico aos mais carenciados.  Paralelamente, numa lógica de planeamento que vise a promoção da sustentabilidade do desenvolvimento concelhio, deve ser efectuada a monitorização social do concelho e a consequente projecção das estratégias de acções adequadas.
 
No sentido de elevar a qualidade de vida  da nossa população mais idosa e carenciada,deve a Câmara M Mação dar respostas urgentes e eficazes:  Criar um gabinete de apoio social, com acção social de próximidade, criar uma linha  de apoio social, canal de comunicação preveligiado,esta linha deve constituir o primeiro momento de contacto entre os munícipes e o gabinete de apoio social, para posterior encaminhamento e análise das situações apresentadas.
 
A C M Mação na sua actividade social deve desenvolver eixos prioritários:
Acções de sensibilização em competências parentais; acções de envolvimento da família na problemática do envelhecimento; disponibilização de formação para a população imigrante; acções dirigidas à população escolar com o envolvimento da família; articulaçãode oferta formativa com a oferta profissional do concelho. 
 
Com o objectivo  de elevar as condições de habitabilidade criar uma oficina móvel de apoio aos mais idosos e portadores de deficiência, na realização de pequenas reparações nas suas habitações; pinturas, arranjos de torneiras portas e janelas, colocação de vidros, entre outras pequenas intervenções que potenciam os índices de bem-estar dos cidadãos. 
 
Criação de um gabinete de resolução de conflitos, mediante protocolo a celebrar com o ministério da justiça. Estrutura alternativa na resolução de litígios, disponibilização de um serviço extrajudicial para a resolução de litígios comunitários, laborais, escolares, penais ou familiares acessível a todos os cidadãos.
Potenciando padrões de comportamento pautados pela capacidade de resolução positiva das insatisfações que perturbam as relações interpessoais, promovendo uma cultura de diálogo.
 
 
A C M Mação de preocupar-se com as populações estrangeiras, criar um serviço de apoio à integração dos imigrantes, com respostas articuladas  as necessidades destas populações.
 
 A acção social municipal (directa) é uma obrigação Câmara Municipal de Mação. 
 
 
 
jose augusto
 
O meu próximo tema  vai ser a Protecção Civil em Mação

Publicado por vozeslivresmacao às 22:13
| Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Contacto:

Vozes Livres Mação

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blog

 

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

Cá se fazem, Cá se pagam!...

a boy for all seasons

Pedro Passos Coelho "o fa...

Banalidades do Correio da...

Vater Marques na Rede Nac...

Judiciária investiga uso ...

Posto de Vigia 74 - Outub...

Posto de Vigia de Setembr...

João Pereira reclama vari...

Ponto de Vigia - Julho/20...

EDP CONTINUA A MANTER NA ...

EIS O QUE ESTE NOVO PSD N...

PONTO DE VIGIA - JUNHO

MAÇÃO . VACARIA VIRA GALE...

CARDIGOS.JUNHO DE 1966 . ...

POSTO DE VIGIA

CONVÍVIOS COM VIDA DENTRO...

MAÇÃO E O BREJO QUE NÃO V...

OBRIGADO,ÉVORA ! SEM PALA...

AS VOLTAS DE UMA RENUNCIA...

QUEM QUER VIR A ÉVORA DE ...

ÁGUA POR FAVOR

"JAZ MORTO, E APODRECE"

SALDANHA ROCHA E CAMÂRA M...

Ponto de vigia Abril 2...

EURICO BRITO LOPES

DE ENCERRAMENTO EM ENCERR...

MAÇÃO - VALENÇA DO MINHO

UMA DAS CONDIÇÕES PARA QU...

Posto de Vigia

Arquivos

Abril 2013

Dezembro 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

tags

todas as tags

Links

Participar

Participe neste blog

subscrever feeds

blogs SAPO