NOTA: Qualquer pessoa que se sinta ofendida pelos conteudos /opiniões aqui expostos deve demonstrá-lo para o email abaixo indicado. Os comentários estão abertos com a devida moderação e os artigos a publicar neste BLOG devem ser enviados para o email:
vozeslivresmacao@sapo.pt
Visitantes Online
Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Olho por Olho, Dente por Dente!!!

Uma importante máxima que um autarca verdadeiramente imbecil deve ter é nunca olhar ninguém “olhos nos olhos”. É claro que, uma vez mais, aqueles que são reconhecidos como os grandes especialistas comunicacionais contestam esta prática. Um tal de Daniel Goleman vem defendendo que se lide, sempre que possível, de forma directa com as pessoas.
Depois, uma série de “correligionários” de Goleman defende que não existe maneira mais eficaz de passar a mensagem que o contacto pessoal. Estes ditos senhores aconselham mesmo que se fale com as pessoas “olhos nos olhos”. Este modelo de contacto directo evita, dizem os ditos “entendidos”, muitos dos mal entendidos da comunicação autarquica. E acrescentam que esta forma de passar a informação, “olhos nos olhos”, envolve mesmo os colaboradores de uma forma mais eficiente. É claro que tudo isto até tem alguma lógica para nós os dois, já que sabemos bem como algumas colegas, de olhos bem bonitos, nos envolvem dentro do espírito autarquico.
Porém, a técnica está longe de ser o antídoto eficaz para o problema comunicacional. Peguemos então nas próprias palavras destes gurus que defendem o contacto directo como forma de evitar mal entendidos. Aliás, o nome correcto para estes ditos “especialistas” deveria ser kangurus, já que são especialistas a saltar de ideia em ideia para vender os seus livros. Quanto muito, a estratégia defendida por estes senhores tem como resultado apenas a redução da taxa de mal entendidos.
No entanto, ao repararmos na essência das suas teorias, confirmamos que os mal entendidos, ainda assim, irão continuar a existir. Porém, nós os dois sabemos que a única solução eficaz é evitar toda e qualquer comunicação dentro da autarquia. Sendo assim, resta-nos, como autarcas verdadeiramente imbecis, atenuar o problema de forma mais eficaz do que esses ditos “especialistas” aconselham.
Ora, como o povo sempre disse: “os olhos são o espelho da alma”. Quer isto então dizer que o nosso primeiro cuidado deve ser o de evitar olhar nos olhos de alguém.
 
Quem nos critica são pessoas sem inteligência já que se a tivessem há muito que nos davam razão.
 
Desta forma, o primeiro passo para a resolução do problema é estabelecer uma comunicação “face a face”, mas não “olho a olho”. Porém, vários vícios organizacionais podem complicar a resolução deste problema na autarquia.
O ideal seria mesmo implementar, de imediato, um sistema de layout prisional. Mas, como estamos conscientes de que as mudanças organizacionais levam o seu tempo, você terá primeiro que evitar olhar, “olhos nos olhos”, os seus colegas.
Neste caso, para uma solução imediata, aconselho-lhe uma operação aos olhos de forma a que fique estrábico. Na verdade, actualmente, este tipo de operação não envolve risco algum e a solução mostra-se, financeira e eficazmente, mais razoável do que o investimento em qualquer master ou pós-graduação em comunicação. Na realidade, a operação mostra-se uma boa solução, já que, se você for estrábico, terá um menor risco de olhar alguém “olhos nos olhos”. É claro que a operação não será gratuita, mas nós os dois, como autarcas verdadeiramente imbecis que somos, sabemos bem como são estes os investimentos ideais ao nosso desenvolvimento de carreira.
Porém, um problema se coloca: a enorme lista de espera dos blocos operatórios hospitalares. As operações demoram meses ou mesmo anos e, infelizmente, os hospitais ainda nem sequer consideram esta intervenção como uma urgência.
Todavia, o problema para si carece de resolução imediata. Desta forma, um recurso de fácil execução é deixar crescer o cabelo até que este lhe tape completamente os olhos. Aliás, esta medida acaba mesmo por trazer vantagens acrescidas em relação à operação, principalmente no caso de grandes organizações com elevado número de trabalhadores. É que o olhar estrábico também poderá induzir em erro, já que, apesar de você não olhar para os seus colegas de forma directa (leia-se “olhos nos olhos”), poderá acabar, acidentalmente, por olhar outro qualquer colega do lado.
Todavia, se você tiver o cabelo à frente dos olhos, até esse problema deixa de existir.
A medida é tanto mais eficaz que atenua outro problema dos nossos dias: o assédio sexual.
A situação é fácil de ver: se você não consegue olhar para ninguém, também não saberá quais as colegas atraentes merecedores das suas insinuações sexuais. Logo, o problema do assédio sexual na sua organização fica resolvido de todo, pois somos só nós, os autarcas verdadeiramente imbecis, que temos dificuldade em distinguir o trabalho do prazer.
Com certeza, porque nos dá enorme prazer... complicar o trabalho dos outros.
Como imbecis que somos, esta máxima de nunca olhar “olhos nos olhos” nem sequer é novidade para nós, já que sempre nos regemos pela experiência popular e um ditado que adoptamos desde infância foi: “olho por olho, dente por dente”. Os nossos críticos até dizem que, no nosso caso, se tornou numa filosofia de vida. Mas as críticas a nós nunca nos incomodam. Quem nos critica são, invariavelmente, pessoas sem qualquer tipo de inteligência, já que se a tivessem há muito que nos davam razão. Sim, porque nós os dois temos sempre razão e sabemos bem como as críticas dos outros mais não são do que simples demonstrações da inferioridade de quem as produz.
A realidade é que nós os dois sempre soubemos, como ninguém, o alcance daquele ditado popular. Ou seja, se olharmos “olhos nos olhos” para quem quer que seja, acabaremos, mais tarde ou mais cedo, à dentada com essa pessoa. E, infelizmente para nós, isso ainda não é nada bem visto.
Publicado por vozeslivresmacao às 14:46
| Comentar | Adicionar aos favoritos
|
2 comentários:
De Mais uma vez... EU! :) a 13 de Janeiro de 2008 às 17:03
Pelo que li só na diagonal, é coisa que também não abunda muito por aí companheiro!
De Eu... again a 13 de Janeiro de 2008 às 17:05
Uma pessoa que se diz inteligente, cria um Blog que se chama "Vozes livres de Mação" e depois Modera o Blog? Ah minha inteligência!!! Ou é daquele tempo da "Isto é democrático, mas quem manda sou eu!"?

Comentar post

Contacto:

Vozes Livres Mação

Cria o teu cartão de visita

Pesquisar neste blog

 

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

Cá se fazem, Cá se pagam!...

a boy for all seasons

Pedro Passos Coelho "o fa...

Banalidades do Correio da...

Vater Marques na Rede Nac...

Judiciária investiga uso ...

Posto de Vigia 74 - Outub...

Posto de Vigia de Setembr...

João Pereira reclama vari...

Ponto de Vigia - Julho/20...

EDP CONTINUA A MANTER NA ...

EIS O QUE ESTE NOVO PSD N...

PONTO DE VIGIA - JUNHO

MAÇÃO . VACARIA VIRA GALE...

CARDIGOS.JUNHO DE 1966 . ...

POSTO DE VIGIA

CONVÍVIOS COM VIDA DENTRO...

MAÇÃO E O BREJO QUE NÃO V...

OBRIGADO,ÉVORA ! SEM PALA...

AS VOLTAS DE UMA RENUNCIA...

QUEM QUER VIR A ÉVORA DE ...

ÁGUA POR FAVOR

"JAZ MORTO, E APODRECE"

SALDANHA ROCHA E CAMÂRA M...

Ponto de vigia Abril 2...

EURICO BRITO LOPES

DE ENCERRAMENTO EM ENCERR...

MAÇÃO - VALENÇA DO MINHO

UMA DAS CONDIÇÕES PARA QU...

Posto de Vigia

Arquivos

Abril 2013

Dezembro 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

tags

todas as tags

Links

Participar

Participe neste blog

subscrever feeds

blogs SAPO