Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vozes Livres de Mação

Vozes Livres de Mação

Vozes Livres de Mação

Vozes Livres de Mação

24
Set07

PRECISAMOS DE MELHOR GESTÃO

vozeslivresmacao

 

A gestão da Câmara continua antiquada, obsoleta e é tudo  menos uma gestão cuidada. Numa altura em que todas as empresas, organizações e o próprio Estado, concentram sinergias e aproveitam recursos, a Câmara  Municipal de Mação decide no sentido contrário.

Cardigos e Amêndoa continuam separados da Sede  do Concelho  por uma barreira física, que é a falta de acessibilidades, os responsáveis políticos,  têm-se refugiado, sempre que se fala deste assunto, na falta de  meios, falta de verbas, se analisarmos bem, vemos que não é tanto assim, mas mais a dificuldade que têm em gerir os meios de que dispõem.

                                                                                                                                                                     

A Câmara em vez de  dispersar verbas, como podemos constatar:

 

  • A construção das instalações dos Bombeiros em Cardigos custou aproximadamente 200.000 €  (cerca de 40.000 contos).
  • O custo diário da gestão dessas instalações.
  • O dinheiro mal gasto a abrir veredas, com pessoal e máquinas em que 90% destas  obras são de utilidade discutível.
  • O dinheiro mal gasto em depósitos de plástico. Destes, 97% nunca foram utilizados e mais de 80% nunca o poderão ser, alguns estão  no chão, sem possibilidade de serem utilizados, outros colocados em aldeias onde não há gente activa, sem haver  quem os possa deslocar. 

 

Teria sido mais útil e eficaz apetrechar melhor os bombeiros, com mais meios, modernizar o equipamento, e investir nas acessibilidades.

 

Poderia ter melhorado as acessibilidades no âmbito da prevenção dos incêndios:

 

  • Melhorado o estradão que já existe entre Cardigos e  as Lameiras próximo do cruzamento de Aldeia de Eiras. Deveria ser corrigido o traçado em três locais, no sentido de o desviar de duas aldeias e evitar uma zona de alagamento.
  • Construído a travessia sobre a ribeira da Pracana, alargando o mais possível – com a vantagem de não se pagarem expropriações.

 

Este é o parecer de técnicos, especialistas neste assunto e que recentemente visitaram o local e o trajecto.

                                                                                                      

Esta medida,colocava Cardigos a 5 minutos de Aldeia de Eiras, reduzia a distância de 11 Km para menos de 5 Km, aumentava a velocidade de circulação de mais ou menos 40 Km/h para mais de 80 km/h, em Estradão.

 

Tudo isto  a custo Zero para a  Câmara, aproveitando as verbas  da prevenção aos fogos e sem desvirtuar o objectivo das mesmas. Esta obra insere-se plenamente na prevenção aos fogos.

 

Teríamos desenvolvido várias valências:

 

  • Nestas  condições, os bombeiros atingiriam o norte do concelho em tempo útil.
  • Iniciava a resolução do problema da barreira física entre Cardigos, Amêndoa e a Sede do    Concelho.
  • Contribuía de modo significativo para o reforço da coesão do Concelho de Mação.

                                                                                             

Somos um Concelho com muitas carências, a precisar de desenvolvimento, nestas circunstâncias é fundamental que não haja desperdícios. 

 

José Augusto Silva Martins    

jose.augusto.@hotmail.com

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.